Ibaneis teve intestino perfurado por osso; médicos explicam cirurgia

Governador já não sente dor abdominal e está em recuperação. Ainda não há previsão de alta

O médico cirurgião do aparelho digestivo Ronaldo Cuenca, o coordenador de terapias intensivas Marcelo Maia e o diretor-geral do hospital DF Star, Pedro Henrique Loretti, deram entrevista na manhã desta terça-feira (26) para falar do estado de saúde do governador Ibaneis Rocha. Ibaneis foi submetido a uma laparoscopia para detecção e correção de uma perfuração no intestino, causada por um fragmento de osso.

Ibaneis foi internado no hospital DF Star na tarde de segunda (25) com dor abdominal aguda. “Essa dor é intensa, localizada na região lateral, à direita do abdômen”, explicou o coordenador Marcelo Maia. Seis horas depois à chegada, o governador foi reavaliado e já submetido à cirurgia. 

Um fragmento de osso foi o causador da perfuração intestinal. Cuenca afirma que, certamente, o problema foi causado após a ingestão de um fragmento de osso de algum animal.

“A suspeita maior recai sobre um pedacinho de osso de galinha, ou espinho de peixe Esse pedacinho foi exatamente em um ponto onde ele poderia ir. Esse pedacinho do intestino que teve a perfuração é um local onde nós podíamos mexer com tranquilidade”, conta o cirurgião, descartando relação com a cirurgia bariátrica a qual Ibaneis foi submetido em 2013.

 

O procedimento, embora tenha sido feito num horário não habitual, ocorreu de forma tranquila. Agora, Ibaneis se recupera na terapia intensiva, como explica o coordenador Marcelo Maia. “Ele está respirando em ar ambiente, com tranquilidade, com a pressão [arterial] normal, apresentando quadro urinário adequado e já está sem a dor que apresentava na chegada no hospital.”

Recuperação

A recuperação, no entanto, pode ser lenta. Segundo Maia, não há nenhuma complicação, mas a intervenção necessita de cuidados intensivos. Contudo, como explica o cirurgião Ronaldo Cuenca, como não foi necessária uma incisão grande no abdômen, Ibaneis terá uma recuperação mais rápida e menos dolorosa, “com a possibilidade de voltar às atividades o mais precocemente possível.” Também serão necessários cuidados com a alimentação.

Ibaneis está em fase inicial de recuperação, na terapia intensiva pelas próximas 48 horas, consciente e orientado. Em seguida, o governador fará sessões passivas e ativas de fisioterapia. Não há previsão de alta.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

um × 2 =

Send this to a friend