Feiras permanentes são higienizadas

Força-tarefa passou por 20 estabelecimentos nos últimos dois dias

A feiras permanentes do Distrito Federal, que desde ontem (3) estão de portas abertas a população, passaram por uma higienização completa. Assim, quem for às feiras, pode ficar tranquilo quanto a limpeza dos ambientes. 

A ação visa combater a pandemia provocada pelo coronavírus (causador da Covid-19) e doenças causadas por arboviroses, como a dengue, zika, febre chikungunya e febre amarela.

Nos últimos dois dias, foi realizada uma força-tarefa para higienizar e sanitizar 20 feiras permanentes de todo o DF. “Foi um trabalho completo de higienização. Além de fazer a lavagem, fizemos a inspeção em busca de focos de mosquitos da dengue, animais peçonhentos, como escorpiões, e a inspeção de pombos. Tudo isso para deixar os locais em condições sanitárias adequadas”, explica o diretor da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), Edgar Rodrigues.

Para o serviço, os profissionais utilizaram carro pipa, fumacê, variações do Ultrabaixo Volume (UBV) e água. Em todas as feiras foi efetuado o tratamento focal com as pastilhas do Natular DT (Espinosaide), e o Etofemproxi 10SC, a fim de combater o vetor da dengue. E o Hipoclorito de Sódio na sanitização. A borrifação desses materiais tem o objetivo de eliminar vetores do mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti. Também previne e combate escorpiões, além de afastar pombos.

 

“Todas essas medidas de higienização são fundamentais no enfrentamento da Covid-19. Vale frisar que os feirantes e clientes devem evitar alimentar os pombos, afinal eles também transmitem doenças”, observa o diretor da Dival.

Sanear/DF

As ações fazem parte do programa Sanear-DF. Proposto pela Secretaria Executiva das Cidades (Secid) e pela Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival) em função do Decreto nº 40.550, de 23 de março de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes do novo coronavírus.

Participam desse projeto as administrações regionais do DF, as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação, DF Legal, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

Decreto

Segundo a norma, as feiras permanentes só poderão funcionar para a comercialização de gêneros alimentícios, sendo vedados o funcionamento de restaurantes e de praças de alimentação, o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras aos frequentadores.

Com informações da Agência Brasília

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

vinte − 14 =

Send this to a friend