Liberado dinheiro do Bolsa Alimentação do GDF

Os estudantes que fazem uma refeição na escola terão direito a R$ 59,70 para os quinze dias de suspensão

Os recursos do Bolsa Alimentação, o programa emergencial criado pelo GDF para a compra de alimentos durante a suspensão das aulas na rede público de ensino, estarão disponíveis para os pais na tarde desta quarta-feira (18). Esse dinheiro pode ser usado pelas famílias dos estudantes que fazem parte do cartão material escolar e tem validade, para este fim, pelos 15 dias previstos de recesso escolar, em 30 de março. Se este período for prorrogado, o programa será mantido.

Os estudantes que fazem uma refeição na escola terão direito a R$ 59,70 para os quinze dias de suspensão. Se fizerem duas refeições, o valor dobra. Os valores são referentes à refeição – ou seja, almoço e/ou janta. A família receberá por cada um dos filhos matriculados na rede pública os valores calculados a partir do número de refeições feitas por estudante matriculado.

No total, serão investidos R$ 6,5 milhões no programa, que vai atender 69.848 famílias, responsáveis por 106.435 estudantes. Os recursos virão do orçamento da merenda escolar.

Todas as famílias que fazem parte do cartão material escolar devidamente cadastradas no Bolsa Família vão receber. Caso algum beneficiário não receba imediatamente, terá o crédito retroativo, nos próximos dias, pelo período completo previsto pelo decreto nº 40.520, de 14 de março.

 

Os beneficiários do cartão material escolar do último lote, com pagamento previsto para 25 de março, vão receber agora somente o crédito pelo bolsa alimentação, como todos os demais beneficiários.

Uso simultâneo

Nos últimos três dias, a equipe técnica do BRB conseguiu desenvolver um aplicativo que permitirá o uso simultâneo dos dois benefícios. Portanto, não é mais necessário, como previsto inicialmente, zerar uma finalidade para usufruir de outra.

No momento da compra, o cartão vai oferecer as duas possibilidades. Basta escolher a opção desejada. O aplicativo também oferece a possibilidade de consulta dos créditos de ambos os programas.

Para a compra de alimentos, o cartão poderá ser utilizado em qualquer estabelecimento, como supermercados, mercados, mercadinhos de bairros, restaurantes e padarias. Para material escolar, somente na rede de papelarias credenciadas.

O uso do Bolsa Alimentação é mais amplo porque o governo quis lançá-lo o mais rapidamente possível, a fim de que as crianças e jovens não ficassem sem merenda. Por isso não houve o credenciamento do comércio alimentício.

Caso a comissão criada pelo GDF para acompanhar a evolução da epidemia decida estender o prazo de suspensão das aulas, serão divulgadas novas orientações pela Secretaria de Educação, encarregado pela condução das ações da área durante este período.

A Diretoria de Alimentação Escolar da Secretaria preparou uma lista de alimentos para manter uma dieta rica e nutritiva para as crianças.

Embora o cartão passe a ter uso amplo no comércio, a Secretaria recomenda às famílias que gastem o valor da bolsa nos alimentos desta lista.

O mau uso do cartão, para fins que não sejam de compra de alimentos, poderá ter consequências graves, inclusive a perda e com os beneficiados respondendo criminalmente por desvio de finalidade.

Veja perguntas e repostas.

Veja a lista de alimentos sugeridos: 

  • Açúcar cristal
    Amido de milho 
    Arroz 
    Biscoito amanteigado
    Biscoito cream craker 
    Biscoito maisena
    Extrato de tomate
    Farinha de mandioca 
    Feijão
    Leite em pó
    Macarrão 
    Óleo de soja 
    Sal
  • Abacaxi pérola
    Banana prata
    Goiaba
    Laranja 
    Limão 
    Morango 
    Maçã
    Mamão 
    Melancia 
    Melão
  • Abóbora
    Abobrinha 
    Alface
    Batata doce 
    Batata inglesa 
    Beterraba 
    Brócolis 
    Cenoura 
    Chuchu 
    Couve manteiga 
    Couve flor 
    Espinafre
    Inhame 
    Milho verde
    Pepino preto 
    Repolho branco 
  • Alho 
    Cebola
    Cebolinha 
    Coentro 
    Salsa 
    Pimentão 
    Pão careca
    Pão brioche 
    Peito de frango in natura 
    Carne bovina in natura
    Filé de peixe sem espinha in natura 
    Ovo de galinha

Com informações da Agência Brasília

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezessete + um =

Send this to a friend