Homem picha imagens de mulheres em muro de colégio na Ceilândia

Dentre as mulheres, está a mulher mais jovem a conquistar o Nobel da Paz e uma cientista responsável por descobrir substâncias químicas

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ato de vandalismo realizado no Centro de Ensino Médio (CEM) 02, de Ceilândia. Um homem aparece em uma bicicleta pichando as pinturas de mulheres negras, feitas no muro da unidade.

O vândalo chega e, com uma lata de tinta spray, começa a rabiscar os desenhos. Em uma das paredes, ele deixa a frase: “Respeita o povo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


As artes foram feitas por um grafiteiro, e trazem retratos de mulheres como a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, cidadã mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz, e a cientista polonesa Marie Curie, mulher responsável por descobrir as substâncias químicas polônio e rádio.

Segundo o diretor do CEM 02 Ceilândia, Eliel, as artes serão refeitas. “Alguns grafiteiros ofereceram refazer o trabalho sem custo para a escola, mas decidimos dar prioridade àquelas que fizeram as figuras que foram pichadas. Eles fizeram questão de refazer”, explica.

 

Eliel explica que a ação de grafitar os muros da escola teve cunho cultural, mas também foi uma medida para, justamente, evitar pichações. “Se deixarmos só a pintura corrida, limpa, o muro logo ficará todo pichado. O trabalho com o grafite é para que isso não ocorra”, afirma.

Pessoas ligadas ao suspeito informaram à diretoria de escola que ele sofre de desequilíbrios mentais. Ao pichar o muro, ele teria acusado o colégio de fazer apologia a drogas.

Tocador

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

2 × 5 =

Send this to a friend