BRB encerra 2019 com lucro de R$ 418 milhões

Carta de crédito cresceu 22,5%; retorno sobre o patrimônio líquido foi de 27%. Banco vem apresentando crescimento desde os balanços anteriores

O Banco de Brasília (BRB) divulgou, nesta quarta-feira (19), os resultados do quarto trimestre de 2019. O banco encerrou o ano com um lucro líquido de R$ 418 milhões. O número representa um aumento de 69,1% sobre 2018.

O valor representa a quebra do recorde do banco. O maior resultado era de R$ 254 milhões, em 2017.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O retorno sobre o patrimônio líquido foi de 27%, número maior do que os dos cinco maiores bancos do país (Bradesco, Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Caixa Econômica Federal e Santander).

A carteira de crédito do BRB cresceu 22,5% em um ano para todas as linhas de crédito: pessoa física, pessoa jurídica, imobiliário, rural e cartões. 

Sequência positiva

Os balanços do segundo e terceiro trimestres de 2019 já haviam trazido crescimentos acima do previsto. No dia 8 de novembro, data da apresentação do balanço do terceiro semestre, o BRB divulgou um alcance de R$ 121,9 milhões de lucro líquido corrente, performance 129,3% maior em relação ao mesmo período de 2018. 

Por meio de nota divulgada ao Jornal de Brasília, o BRB afirma que fará um pagamento de uma parcela complementar de dividendos ao Governo do Distrito Federal (GDF) já na primeira semana de março. “Com isso, teremos pago RS 160 milhões em dividendos ao GDF”, diz o texto.

Nesta quinta-feira (20), o banco realizará uma teleconferência em idioma português para divulgar os resultados. Para assistir, é só acessar o webcast. O telefone solicitado pela página é +55 (11) 2188-0155, e a senha é “Banco de Brasília”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
Tags
Send this to a friend