Por falta de troco, GDF reduz em R$ 0,05 tarifa de passagens de ônibus

Medida vale para as passagens que custam R$ 2,75 e R$ 3,85; tarifa de R$ 5,50, válida para metrô e ônibus que fazem longos trajetos, segue intacta

Dois dias depois o aumento na tarifa do transporte público entrar em vigor, o Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, na quarta-feira (15), que reduzirá o valor das passagens dos ônibus de viagens curtas. O motivo é a dificuldade que os cobradores tinham de passar troco aos passageiros.

Desta forma, as passagens que custavam R$ 2,75 e R$ 3,85 passam para R$ 2,70 e R$ 3,80, respectivamente. A medida não abrange o valor do metrô e dos ônibus de viagens longas. Nestes dois casos, a passagem segue R$ 5,50.

Apesar do anúncio, a redução ainda não foi publicada no Diário Oficial do DF. Portanto, nesta quinta (16), os valores ainda são de R$ 2,75, R$ 3,85 e R$ 5,50.

Manifestações

O aumento, anunciado no dia 9 de janeiro, sancionado no dia seguinte e em vigor desde o dia 13, tem revoltado a população do DF. Na terça (14), manifestantes foram às ruas da Asa Sul para protestar contra a medida. Por volta de 19h, eles ocuparam o fim da via W3 Sul.

Na quarta (15), deputados se reuniram para debater sobre o reajuste e as reações da população. Parlamentares acionaram a Justiça pedindo a suspensão imediata do aumento, alegando que a medida penaliza a quem precisa do transporte público coletivo.

Send this to a friend