Projeto aprovado permite que empresas quitem dívidas

Deputados também deram aval para outras propostas do Executivo local, como remanejamento do orçamento e criação do Conselho Distrital de Segurança Pública

O Projeto de Lei nº 813/2019, que institui o Programa de Regularização de Débitos não Tributários (PRD-n) no DF, foi aprovado na noite desta terça-feira (10), em primeiro e segundo turnos, na Câmara Legislativa (CLDF). A proposta vai evitar a judicialização da cobrança dos débitos, além de dar oportunidades para empresas regularizarem suas dívidas com o setor público distrital. Para pagamento à vista, o desconto será de 99% da multa e 89% dos juros, por exemplo (veja abaixo a lista de projetos aprovados na CLDF).

Segundo a proposta, poderão ser quitados os débitos não tributários com a capital, suas autarquias e fundações definitivamente constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou não, vencidos até 31 de maio deste ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ainda na área econômica, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei nº 811/2019, que altera a Lei Orçamentária Anual do DF no valor de R$ 5.711.010,00. O montante será remanejado para o Orçamento de Dispêndio com o objetivo da manutenção de bens imóveis da Companhia Imobiliária do DF (Terracap).

Outros projetos

 

Os deputados distritais também aprovaram o Projeto de Lei nº 621/2019, que cria o Conselho Distrital de Segurança Pública (Condisp). O órgão terá competência consultiva, propositiva e de acompanhamento social das atividades de segurança pública com o objetivo de receber recursos federais para subsidiar projetos no setor.

Outro proposta do Executivo local aprovada pela CLDF foi o Projeto de Lei nº 689/2019, que qualifica as organizações sociais no âmbito do DF. Com o aval dos parlamentares, será possível a parceria com o terceiro setor para que possam exercer atividades ligadas à educação, à pesquisa científica, ao desenvolvimento tecnológico, à proteção e preservação do meio ambiente, à cultura, à saúde, à assistência social ou ao desporto.

O Projeto de Lei nº 823/2019 também foi aprovado pelos parlamentares na noite desta terça-feira. A proposição cria a carreira Planejamento Urbano e Infraestrutura do DF, com os cargos de analista e de técnico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Veja a lista de projetos aprovados:

PROJETO DE AUTORIA DO PODER EXECUTIVO:

PLO 21 – Permissão de utilização dos recursos da FAP, não empenhados até o dia 15 de novembro de 2019, para utilização do recurso no exercício;

PL 621/19 – Conselho Distrital de Segurança Pública – Consdisp;

PL 811/19 – Crédito no valor de R$ 5.711.010,00, em favor da Terracap;

PL 708/19 -Institui a Política Distrital de Segurança Pública e Defesa Social;

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


PLC 19/19 – Poligonais;

PL 748/19 – Iges-DF;

PL 786/19 – Obrigatoriedade de avaliação de impactos das políticas fiscais, tributárias e creditícias para proposições;

PL 813/19 – Programa de Regularização de Débitos não Tributários (PRD-n) no DF;

PL 823/19 – Alteração da carreira atualmente chamada denominada Planejamento e Gestão Urbana e regional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Com informações da Agência Brasília

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro + quinze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend