Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Sancionada lei que cria Região Administrativa de Arniqueira

Legalização da 33ª cidade do Distrito Federal vai melhorar a qualidade de vida de 45 mil moradores do local

Avatar

Publicado

em

O Governo do Distrito Federal sancionou nessa terça-feira (1º) o Projeto de Lei  nº 594/2019, que cria a Região Administrativa (RA) de Arniqueira. A proposta do GDF, além de ser compromisso do chefe do Executivo local, Ibaneis Rocha, atende à reivindicação antiga de moradores da 33ª cidade da capital e vai beneficiar 45 mil pessoas. 

A nova região administrativa abrange uma área de 1,3 mil hectares, que envolvem os bairros Areal, Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) e as QSs 6, 7, 8, 9 e 10. Ainda de acordo com a norma, Águas Claras, cidade vizinha, prestará todo o apoio necessário, além do remanejamento de servidores para trabalharem na recém-criada sede administrativa.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em agosto, o GDF também conseguiu aprovar a criação de Sol Nascente e Pôr do Sol. O objetivo principal do governo ao criar essas regiões é melhorar a qualidade de vida dos habitantes, tornando os serviços mais rápidos e eficientes.  

45 milNúmero aproximado de moradores de Arniqueira

Reivindicação

A comerciante Maria Alice Jardim é dona de um restaurante há seis anos em Arniqueira e acredita que dar status de região administrativa à comunidade vai melhorar a vida de todos os moradores. “Virando uma RA, mais recursos vão chegar para nós, ou seja, mais obras e segurança, por exemplo”, comenta.

Desde 1990 na cidade, Orminda Salles vê com bons olhos a autonomia do local. “Acho que, mais do que nunca precisamos de um posto de saúde para a nossa cidade e da regularização dos terrenos. Os moradores lutam por isso há bastante tempo”, lembra.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Histórico  

Inicialmente um setor de chácaras, Arniqueiras, ao longo dos anos de 1990, foi crescendo desordenadamente, tendo sido reconhecida como setor habitacional apenas em 2002, por meio da Lei Complementar n° 785. Um dos grandes problemas na área é a regularização dos terrenos.

Segundo dados de 2018 da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), 83% das residências, a maioria localizada em condomínios, não se encontram em situação regular. “Toda essa região é irregular na questão documental; com a criação da RA e a regularização dos terrenos, as pessoas vão poder adquirir suas escrituras”, explica o administrador de Águas Claras, Ney Robsthon.

Atualmente, o local tem apenas a Escola Classe Arniqueira. Ainda de acordo com  a pesquisa realizada pela Codeplan, quase 80% dos jovens entre 6 e 17 anos estudam em Taguatinga, Águas Claras e em escolas do Plano Piloto. “Com a criação da RA, todos esses serviços que chegam às outras comunidades também serão colocados aqui na região, que é bem precária”, avalia Robsthon.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Na área da saúde, não há postos ou hospitais, que obriga as pessoas a recorrerem à Unidade de Saúde Básica (UBS) nº 5, em Taguatinga Sul. No setor de segurança, os moradores buscam apoio na 21ª Delegacia de Polícia, localizada no Pistão Sul, em Taguatinga. 

O 17º Batalhão da Polícia Militar faz a ronda em Arniqueira diariamente. Além disso, há operações integradas, com reforço de policiamento de acordo com dados de mancha criminal da área, que é mapeada pela Secretaria de Segurança do DF (SSP/DF).

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *