Limpeza Urbana: trabalhos são normalizados no DF

A decisão é de que as empresas contratem e/ou cancelem avisos de dispensa de 100 trabalhadores para diminuir o impacto da redução nos novos contratos

O movimento de trabalhadores de limpeza urbana que impedia o início das operações nesta quarta-feira (10) pela manhã, foi encerrado após reunião entre a direção do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), as três empresas contratadas para executar os serviços e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Urbana (Sindlurb). 

A decisão é de que as empresas contratem e/ou cancelem avisos de dispensa de 100 trabalhadores para diminuir o impacto da redução de postos de trabalho nos novos contratos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em função da modernização e mudanças no modelo de prestação de serviços, já haviam sido contratados 814 trabalhadores; 882 garis haviam sido dispensados. Com a manutenção de cem trabalhadores pelas empresas, houve um aumento nos postos de trabalho.

Além disso, as empresas assumiram o compromisso de contratar preferencialmente os trabalhadores indicados pelo Sindlurb nos casos de rotatividade de mão de obra. As negociações continuam ao longo da semana.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

três × um =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend