Helicóptero apreendido com 500 kg de cocaína pela Polícia Federal é cedido ao Corpo de Bombeiros do DF

Um helicóptero apreendido pela Polícia Federal em abril deste ano com 500 quilos de cocaína foi cedido pela Justiça ao Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. A aeronave Eurocopter modelo EC 130B4, que fora utilizada para o tráfico de drogas, agora passa a integrar a frota de salvamento da capital.

Sem custos para o GDF, o helicóptero junta-se a outros dois de modelos similares que atendem à população em resgates e outros suportes avançados. O Corpo de Bombeiros de Brasília disputou a aeronave com corporações de dez estados.

O coronel João Antonio Menegassi Neto, comandante do Grupamento de Aviação Operacional, acredita que o helicóptero acabou cedido ao DF pela função que vai assumir. “Em outros estados as solicitações geralmente são de polícias”.

Menegassi esteve pessoalmente na audiência, realizada pela 5ª Vara Federal de Presidente Prudente, em São Paulo, para tentar convencer o juiz de que o helicóptero cumpriria uma função primordial no DF. Segundo ele, o modelo da aeronave é o mesmo usado por paramédicos nos Estados Unidos e custa, em média, 5 milhões de dólares.

O helicóptero deve levantar voo dentro de duas semanas, segundo estimativa da corporação. Para sair a serviço, antes os bombeiros precisam passar por treinamento e tirar nova habilitação.

As aeronaves de suporte avançado funcionam como uma espécie de unidade de pronto-atendimento médico, socorrendo vítimas de acidentes graves e de paradas cardíacas, e fazendo o transporte de órgãos.

Os helicópteros também são usados no combate a incêndios florestais – inclusive em reforço à atuação dos bombeiros em outros estados –, monitoramentos e desastres ambientes – como o rompimento da barragem de Brumadinho – e buscas de pessoas perdidas.

Em setembro, 34 bombeiros foram deslocados ao Mato Grosso do Sul para integrar a força-tarefa de combate a incêndio no Pantanal. Foram 13 dias de serviço e cerca de 600 focos apagados diariamente, segundo a corporação.

Send this to a friend