Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Defesa Civil suspende estado de emergência no DF

Capital federal estava com umidade do ar abaixo dos 12%

Avatar

Publicado

em

A Defesa Civil do Distrito Federal suspendeu hoje (16) o estado de emergência na região, que havia sido decretada na semana passada em razão da baixa umidade na capital. A suspensão se deveu ao fato do DF ter tido dois dias seguidos com a taxa acima dos 12%, limite utilizado como referência pelo órgão.

Embora tenha saído do estado de emergência, Brasília segue em estado de alerta, com umidade na casa dos 20%. A perspectiva é que a seca continue severa pelos próximos dias, com expectativa de chuvas apenas em outubro.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O estado de emergência decretado na semana passada foi o segundo nas últimas semanas. Antes disso, a umidade havia chegado a níveis baixos no início do mês, tendo atingido 8%. Nesse período, a temperatura passou dos 34o C.

Leia também:  Ibaneis sanciona criação da Universidade do Distrito Federal

Apesar do alívio temporário, a Defesa Civil destaca que as pessoas devem continuar adotando medidas de cuidado em razão da seca e das altas temperaturas. Entre elas está o consumo de pelo menos 2 litros de água, embora o ideal seja 3 litros por dia.

Segundo o subsecretário da Subsecretaria da Defesa Civil do DF, coronel Sérgio Bezerra, para quem não costuma tomar muita água, é adequado aumentar o consumo gradativamente. Ele sugere não esperar o corpo demandar, mas procurar beber um copo por hora.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Além disso, é importante evitar atividades físicas entre 11h e 16h e se proteger do sol, evitando ficar em ambiente aberto durante muito tempo e sempre lembrando de passar protetor solar. Em momentos de baixa umidade, o uso do umidificador também é recomendável.

Leia também:  Ibaneis sanciona criação da Universidade do Distrito Federal

com informações da Agência Brasil

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *