Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

TST cassa liminar e dá fim a greve dos metroviários

Com a decisão tomada, o metrô-DF não está mais obrigado a restituir os valores descontados pelas faltas dos participantes da greve

Publicado

em

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) deferiu pedido da Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) e cassou as liminares que determinavam ao metrô a devolução de descontos salariais dos grevistas, bem como proibiam a empresa de promover novos cortes de ponto, além da manutenção das cláusulas da norma coletiva até o julgamento no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10).

Em sua decisão, o Ministro Presidente do TST, João Batista Brito Pereira, afirma que a manutenção das liminares ora derrubadas representara “risco grave à ordem e à economia pública”.

Para ele, “caso seja mantida a tutela provisória, a entidade teria que restituir os valores descontados dos grevistas, além de continuar pagando salários e mantendo as vantagens da norma coletiva durante a greve (que já dura mais de dois meses), contrariando a regra estabelecida […] na CLT”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Com a decisão tomada na tarde desta terça-feira (9/7), o metrô-DF não está mais obrigado a restituir os valores descontados pelas faltas dos participantes da greve e a manter o pagamento dos salários durante o movimento. Dessa forma, a expectativa é a de as partes envolvidas recobrem o processo de negociação e, com isso, seja suspenso o movimento grevista.

Leia também:  Fiscalização flagra mais de 300 motoristas alcoolizados no fim de semana

Com infomrações da Agência Brasília

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta