Mulheres, trabalhadores e servidores são temas de discursos na Câmara Legislativa de Brasília

O engajamento institucional da Câmara Legislativa do DF no movimento global “HeForShe” (ElesPorElas), encabeçado pela ONU Mulheres, entidade das Nações Unidas para a igualdade de gênero e empoderamento das mulheres, foi sugerido pelo deputado Leandro Grass (Rede) na sessão ordinária desta terça-feira (12)

Grass anunciou a adesão do seu gabinete à ação que “pretende envolver homens e meninos na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir seu potencial, e ajudar homens e mulheres a modelarem juntos uma nova sociedade”.

O parlamentar observou que há 20 deputados na Casa os quais convidou a participar do movimento. “Estamos aderindo à ação cujo propósito é de igualdade”, afirmou, conclamando os colegas, já que é um projeto orientado aos homens.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A deputada Arlete Sampaio (PT) registrou a realização de comissão geral, coordenada por ela na última quinta-feira (7), para discutir a violência contra a mulher. Também confirmou o envio ao governador Ibaneis Rocha e à secretária da Mulher, Erika Filippelli, de documento listando as principais medidas sugeridas durante o debate.

A distrital também citou o projeto de lei nº 2.114/18, de autoria do Executivo, que trata do fornecimento de equipamentos de monitoramento eletrônico e de segurança preventiva em casos de medidas protetivas de urgência, entre outros, e elogiou o Provid, programa de prevenção orientado à violência doméstica e familiar da Polícia Militar do DF.

Trabalhadores – O deputado Jorge Vianna (Podemos) fez críticas ao governo federal, que editou medida provisória sobre o recolhimento da contribuição sindical. “É mais uma tentativa de desmobilizar os trabalhadores. O governo quer acabar com os sindicatos de vez, contrariando a Constituição”, argumentou. Já o deputado Chico Vigilante (PT) denunciou a Caixa Econômica Federal que, segundo ele, está exigindo a demissão de 72 brigadistas que prestam serviço à instituição por meio de uma empresa terceirizada.

Servidores – O deputado Hermeto (PHS) relatou reunião com o secretário de Segurança Pública, o chefe da Casa Civil, o secretário de Fazenda, além dos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros para tratar do reajuste salarial dos integrantes das duas corporações. Dirigindo-se aos colegas servidores, anunciou:

“Não aceitaremos índices que não sejam os mesmos negociados com a Polícia Civil”.

Por sua vez, o deputado João Cardoso (Avante) comentou três indicações de sua autoria nas quais apresenta sugestões ao governador relacionadas a servidores da carreira de vigilância sanitária, inspetores fiscais e auditoria fiscal de atividades urbanas. Ele relatou diversas necessidades, como a recomposição de quadros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Plenário – O deputado Robério Negreiros (PSD), titular da Segunda Secretaria, pasta responsável pela manutenção do edifício da CLDF, entre outras funções, prestou contas da reforma empreendida no plenário da Casa, reaberto hoje.

As obras consistiram na troca do carpete e na renovação das instalações elétricas. Sob o piso, foram afixados dutos e o cabeamento que permitirá a futura colocação de um painel eletrônico para registrar os votos dos deputados distritais, ainda sem previsão.

Marco Túlio Alencar
Fotos: Silvio Abdon

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend