MPDFT apresenta projeto contra a corrupção a escolas de gestão compartilhada

O capitão Cortez representou a PMDF na reunião

As promotoras de Justiça Luciana Medeiros Costa e Cláudia Braga Tomelin se reuniram, na última sexta-feira, 15 de março, com diretores de três escolas públicas que têm gestão compartilhada com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). 

Os diretores dos centros educacionais 7 de Ceilândia, 308 do Recanto das Emas e 1 da Estrutural explicaram as características da gestão compartilhada e a relação com professores e alunos. Na ocasião, as promotoras apresentaram o projeto do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) “Cidadão contra a corrupção”.

A partir de abril, promotores visitarão as escolas de gestão compartilhada para apresentar o projeto. Também levarão estudantes de escolas militares para uma troca de experiências.

Projeto

Você já pensou que a corrupção pode estar escondida nos pequenos atos do dia a dia? Furar fila, colar na prova, ficar com o troco errado. Todos esses são comportamentos de quem pensa mais em si do que no bem comum. Para promover esse debate e disseminar a importância da ética em todas as situações, o MPDFT criou o programa “Cidadão contra a corrupção”.

Uma das principais iniciativas é na área educacional: os voluntários do MPDFT visitam escolas em todo o Distrito Federal para conversar com crianças e adolescentes sobre corrupção, ética e respeito às leis. Os jovens também aprendem como a sociedade pode fiscalizar o poder público e exigir seus direitos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

sete + treze =

Send this to a friend