Siga o Jornal de Brasília

Destaque

A casa caiu! Em Brasília governador afirma que:”…não vou dar reajuste de salários a ninguém este ano”…

Avatar

Publicado

em

Se o ditado promessa é dívida, ao que tudo indica ele parece não valer para o governador de Brasília, Ibaneis Rocha

Policiais militares, civis, bombeiros e 32 categorias que esperam avidamente pelo prometido aumento no contra-cheque podem colocar as barbas de molho.

Durante entrevista à Rede TV transmitida na madrugada desta quarta-feira (27), o governador de Brasília Ibaneis Rocha foi mais que incisivo na resposta quanto ao aumento salarial dos servidores do GDF.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Já deixei bem claro que não vou dar reajuste de salários a ninguém este ano. Não há essa possibilidade”.

Vale lembrar que durante a última campanha eleitoral o atual governador prometeu a diversas categorias o tão sonhado reajuste salarial, mas agora de posse de todas as informações o governador Ibaneis descobriu que precisa aumentar a arrecadação e economizar cerca de R$ 2 bilhões para equilibrar as contas e honrar com o compromisso com as categorias.

Leia também:  A tatuagem como caminho para a ressocialização

As categorias querem cada vez mais”, afirmou Ibaneis, mas vai negociar ainda em 2019 o pagamento da terceira parcela do reajuste, atrasada desde 2015, e o retroativo:

“Vamos fazer um escalonamento com todo esse passivo”.

A restruturação das carreiras dos servidores só virá em 2020, quando o governador pretende de acordo com toda a restruturação, fazer chegar o aumento.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Assista um trecho da entrevista concedida à Rede TV

Policias

Sobre o aumento da PCDF o governador explicou que a categoria estava há 17 anos com salários congelados:

“Trata-se de uma situação diferenciada”. Como a folha das forças de segurança é paga com recursos do Fundo Constitucional, a proposta ainda tramita no governo federal que não tem pressa e muito menos a intenção de conceder o benefício como revelou o BDF.

Leia também:  A tatuagem como caminho para a ressocialização

Agnelo Queiroz

O ex-governador de Brasília, Agnelo Queiroz também foi lembrado durante a entrevista e foi apontado por Ibaneis como o grande responsável por todo desequilíbrio das contas do GDF, só esquece de dizer que seu atual partido MDB teve gerência direta noatual caos das contas públicas do DF 

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“O Agnelo desequilibrou as contas dando reajustes sem qualquer critério”, disse, ao fazer referência ao ex-governador petista.

Pelo andar da carruagem e como bem disse o governador Ibaneis Rocha, “não vai ter aumento ninguém este ano”.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *