GDF obtém doação do Sírio-Libanês para zerar fila da radioterapia

Gesto do hospital particular vai fortalecer o tratamento de câncer na rede pública

O Hospital Sírio-Libanês doou R$ 900 mil em equipamentos de radioterapia para o Distrito Federal. A doação é resultado de negociações diretas da instituição com o governador Ibaneis Rocha (MDB) e o secretário de Saúde, Osnei Okumoto. O gesto vai fortalecer o serviço de atendimento no tratamento do câncer. Desta forma, o governo planeja zerar a fila de atendimentos dentro dos próximos 2 meses.

A doação consiste em três tipos de equipamentos. O primeiro deles é o colimador com múltiplas lâminas, chamado em inglês de Multileaf Collimator (MLC). O item é orçado em R$ 400 mil. O Sírio-Libanês também passou para o DF um sistema de aquisição de imagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O custo da ferramenta é de R$ 400 mil. Por fim, a rede pública ganhou um tampo da mesa de fibra de carbono. Este é mais um dos frutos da parceria em construção entre o Sírio-Libanês e o Buriti.

Em janeiro, teve início um serviço de diagnóstico de imagens. Os médicos da rede pública receberam tablets com conexão direta com uma central do hospital particular, para suporte na analise de exames. Além disso, em 14 fevereiro, as duas partes deverão oficializar uma ampliação da parceria, contando inclusive com a presença do diretor-geral do Sírio Libanês, Romeu Chap-Chap

Francisco Dutra – Leia mais no Jornal de Brasília – 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend