Primeiro dia do inverno é marcado por temperaturas abaixo de 15 ºC

O calendário indica que, oficialmente, hoje é o primeiro dia da nova estação. Em Brasília, as madrugadas e as primeiras horas da manhã têm registrado temperaturas mais baixas. Nesta época do ano, no Planalto Central, o inconveniente é conviver com a seca

Oficialmente o inverno começa hoje, mas para os brasilienses aquela vontade de ficar até mais tarde embaixo das cobertas vem se repetindo há alguns dias. As manhãs estão mais frias e o cenário nas ruas mostra isso: as pessoas andam mais agasalhadas, o céu tem estado nublado e os carros circulam com os vidros fechados. Entre aqueles que amam e odeiam o tempo frio, o que todos concordam não gostar é do que acompanha a estação no Planalto Central: a seca.
Desde 20 de março, quando o outono chegou, o tempo em Brasília começou a mudar de forma gradual: de quente e úmido para frio e seco. De lá para cá, a umidade relativa do ar ainda não registrou índices abaixo dos 30%. No entanto, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a tendência é de que a seca se intensifique até setembro, período em que as chuvas devem retornar.
A meteorologista do Inmet, Maria das Dores Azevedo explica que o frio ocorre quando chega uma massa de ar fria do Oceano Pacífico. “Esse fenômeno fica instalado na região Sul e Sudeste. Aqui no DF, a circulação dessa massa faz diminuir a temperatura”, esclarece. A estudiosa explica que, junto às baixas temperaturas, o vento é outro agravante, fazendo parecer que está mais frio, devido à sensação térmica.
Até o fim desta semana, a tendência é que as temperaturas permaneçam baixas durante a madrugada, principalmente nas áreas mais afastadas do Plano Piloto. Nas primeiras horas do dia, os termômetros devem se manter entre 10°C e 13°C. Ontem, a mínima ficou em 11ºC.  “Por causa da pavimentação e grande concentração de prédios, a temperatura no Plano Piloto se mostra mais elevada”, ressalta a meteorologista do Inmet, Morgana Almeida. De acordo com ela, as tardes ainda serão um pouco mais quentes e a máxima deve variar entre 25°C e 26°C.
A tendência, conforme o Inmet, é de que o tempo frio permaneça até o fim de julho, menos do que o período de estiagem, uma vez que as chuvas devem voltar na segunda quinzena de setembro, perto da primavera que começa em 22 desse mês.
Walder Galvão
Leia mais no Correio

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

vinte − treze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend