Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Oferta de gás de cozinha no DF será normalizada até segunda-feira, diz sindicato

Publicado

em

gás de cozinha

Caminhões começam a chegar sem escolta de acordo com demanda das distribuidoras

A oferta de gás de cozinha no Distrito Federal deve ser “completamente normalizada” dentro de 3 a 4 dias a partir desta sexta-feira (1º), segundo o Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de GLP do DF, o Sindvargas. A instituição representa 400 negócios na capital.

“Estamos pedindo à população que tenha um pouco de calma e paciência, porque não há necessidade de estocar gás. Estamos começando a normalizar o abastecimento”, disse o presidente, Sérgio Costa.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Acredito que em três, quatro dias já esteja normalizado. Talvez na segunda, se tudo continuar como está.”

Nesta sexta-feira (1º), diferentemente do que ocorreu durante os dias de maior impacto da greve dos caminhoneiros, o sindicato não tinha o número de botijões que chegariam à capital. Segundo Costa, isto é um sinal de que “está tudo ficando bem”, pois caminhões não precisam mais de escolta para chegar às distribuidoras.

Leia também:  Definida gestão do Hospital Veterinário para os próximos cinco anos

“Não estamos mais conseguindo controlar os números, porque as companhias não estão passando. Antes, o próprio governo monitorava e repassava as informações. Agora, cada uma faz os seus pedidos.”

Normalizando

Todos os 12 mil botijões que haviam chegado ao DF no fim da tarde de quarta (30) e foram colocados à venda no dia seguinte foram vendidos. Segundo o Sindvargas, 2 mil foram destinados a suprir serviços essenciais e os demais, disponibilizados à população.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em 11 dias de paralisação nas estradas, Brasília recebeu cerca de 40 mil botijões – quantidade suficiente para suprir apenas dois dias da demanda regular. Agora, caminhões com mais GLP chegam aos poucos, de acordo com os pedidos de cada distribuidora.

Um botijão de 13 quilos, do tipo residencial, dura de 20 a 45 dias para uma família de quatro pessoas, segundo o sindicato.

Leia também:  Veja as regras para realização de shows e festas, liberados hoje no DF

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *