Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Ceasa do DF recebe 95% dos caminhões de alimentos esperados para este sábado

Publicado

em

Ceasa

Abastecimento deve ser reestabelecido integralmente a partir de segunda, diz direção. Produtos como melancia, tomate e batata tiveram redução nos preços

O abastecimento de alimentos na Ceasa do DF começou a voltar à normalidade neste sábado (2), após 12 dias de impactos da paralisação dos caminhoneiros em rodovias de todo país. Até as 11h, 95% dos caminhões esperados chegaram carregados ao local.

No auge da mobilização, no domingo (24), o preço do saco de batatas subiu de R$ 40 para R$ 300 em algumas bancas: um avanço de 650%. Atualmente o valor é de R$ 130. A caixa do tomate saiu de R$ 60 para R$ 200, saltando 230% em apenas quatro dias, até chegar a ser vendido a R$ 50.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Leia também:  Programa Renova-DF chega a Arniqueira e São Sebastião

Já neste sábado (2), a melancia e outras frutas como banana, laranja e mamão – que andavam sumidas das prateleiras – voltaram a colorir o espaço. O limão que custava R$1,99 o quilo, chegou a ser vendido por R$ 9,99 e, durante este fim de semana estava a R$ 4,99.

Pouco movimento

Apesar dos produtos estarem chegando à central de abastecimento, a feira ainda está com o movimento reduzido, em comparação com um dia comum. De acordo com o presidente da Ceasa, José Derval, muitos clientes não foram ao local “porque viajaram no feriado” [Corpus Christi].

A previsão, no entanto, é que a partir desta segunda-feira (4), tanto os preços, quanto a movimentação dos clientes devem “voltar ao normal”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Em alguns desses produtos ainda não temos a mesma oferta que antes, mas [o abastecimento] já está sendo normalizado”, afirmou Derval.

Leia também:  DF tem maior programa de fomento à cultura do Brasil em 2021

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *