Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Aplicativo de transporte exclusivo para mulheres é lançado no DF

Publicado

em

Aplicativo de transporte exclusivo para mulheres é lançado no DF

‘Mobi5’ quer ‘incentivar participação feminina no mercado de trabalho’, diz idealizador. Startup de Brasília é responsável pelo projeto

Um novo aplicativo de transporte de passageiros começou a funcionar no Distrito Federal. Dessa vez, com um diferencial: o serviço só aceita motoristas e passageiras mulheres. As primeiras viagens do Mobi5 foram registradas neste sábado (21), na ocasião do aniversário de 58 anos de Brasília.

Criado por uma startup brasiliense, o app foi desenvolvido durante um ano e meio. O objetivo, segundo um dos responsáveis pelo projeto, o idealizador Daniel Afonso, é “oferecer mais segurança às mulheres durante as viagens e incentivar a participação feminina no mercado de trabalho”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“A gente acredita que o fato de trazer um aplicativo em que a motorista seja mulher e a passageira também fará com que elas possam se sentir cada vez mais seguras.”

Com a nova opção, segundo a Secretaria de Mobilidade do DF, a capital federal contabiliza quatro aplicativos de transporte privado com autorização para operar o serviço.

Leia também:  Com vendas em alta, concessionárias elogiam atuação do GDF

Rede de contatos

A motorista Tatiana de Oliveira, de 28 anos, foi uma das primeiras a se cadastrar para dirigir pelo novo aplicativo. Moradora de Brasília, ela disse ter escolhido a nova profissão como uma forma de aumentar a renda familiar e “fortalecer a rede de contatos”.

Tradutora por formação, Tatiana disse gostar da possibilidade de conhecer mais pessoas durante as corridas. Ela afirma se sentir “mais confortável” com a restrição ao público feminino. “É uma segurança, porque são só mulheres, por isso fico bem mais tranquila”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Apesar de idealizado para mulheres, os responsáveis pela startup afirmam que homens também podem viajar como passageiros, desde que a corrida seja solicitada por uma mulher e ela também siga no carro.

Tecnologia candanga

O aplicativo promete também taxas mais baratas e parceria na luta pela valorização das mulheres. Segundo Daniel, por ser uma empresa local e pensada para o público feminino, os idealizadores querem ajudar projetos sociais do tipo.

Leia também:  Como montar um currículo profissional de sucesso?

As versões do aplicativo estão disponíveis nas plataformas Android e IOS. Segundo a empresa, a expecativa é levar a tecnologia candanga para outras cidades do país.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *