86% aderem à venda direta em condomínios do Jardim Botânico

Em 2018, estarão no topo da lista o Solar de Brasília, no Lago Sul, além de trechos de Arniqueiras, em Águas Claras.

A venda direta de 1.224 lotes distribuídos em seis condomínios da segunda etapa do Jardim Botânico alcançou a adesão de 86% dos moradores — o processo de regularização teve início em 29 de novembro e terminou na última sexta-feira. Além do setor habitacional, beneficiaram-se da legalização de loteamentos irregulares, neste ano, o Ville de Montagne e o Trecho 3 do Setor Habitacional Vicente Pires, que contaram, respectivamente, com a participação de 95% e 90% dos condôminos.
Nesta etapa, foram atendidas as unidades habitacionais dos condomínios Jardim Botânico I e VI, Mirante das Paineiras, Parque e Jardim das Paineiras e Estâncias Jardim Botânico I e II. O valor dos lotes, com a dedução das benfeitorias implementadas por moradores e a valorização das melhorias, variou entre R$ 94,7 mil e R$ 197,8 mil. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) comemorou o percentual de adesão. “Essas pessoas terão tranquilidade e segurança jurídica, além da valorização do seu patrimônio. Estou muito feliz por estar avançando bastante no processo de regularização dos condomínios em Brasília”, afirmou.

Benfeitorias

Na fila da regularização, os cerca de 5 mil condôminos de três quadras do Solar de Brasília têm até o próximo dia 12 para efetivar o cadastro dos lotes na sede da Terracap ou no site da empresa pública. Com base nos dados, será feita a avaliação e a quantificação da infraestrutura do local para a dedução dos valores decorrentes das benfeitorias no processo de venda direta.
O preço médio dos imóveis será o mesmo praticado no Ville de Montagne, no Lago Sul. Para um lote de 800m², o valor de mercado foi de R$ 398 mil. Desse total, com o abatimento da infraestrutura e da valorização, o custo ficou em R$ 197.887. A Terracap espera publicar o edital de convocação dos moradores em janeiro de 2018. A expectativa é de que as primeiras escrituras sejam entregues em março.
Ana Viriato
Leia mais no Correio
Send this to a friend