Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Em assembleia, servidores da CEB decidem entrar em greve na próxima segunda (6)

Publicado

em

Os servidores da Companhia Energética de Brasília (CEB) deverão cruzar os braços por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (6).

A decisão foi tomada na manhã de hoje (31), após reunião entre dirigentes do Sindicato dos Urbanitários (STIU-DF) e a comissão da CEB, para tratar das negociações da Campanha Salarial de 2017. Os funcionários decidiram que só retornarão aos postos de trabalho quando a empresa apresentar uma proposta que atenda suas reivindicações.

De acordo com a categoria, a proposta apresentada para a Data-Base 2017 não recebeu nenhum voto por não ter avanços nas cláusulas econômicas e sociais. A mesma havia sido rejeitada durante assembleia na última quinta (26). Após a decisão de hoje, uma nova reunião foi solicitada pela empresa para esta quarta-feira.

Proposta rejeitada

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Segundo dados apresentados pelo STIU-DF, pela proposta da CEB, o reajuste de salários seria dividido por faixa salarial. Para salários de até R$ 10 mil, o acréscimo seria de 60% da inflação (índice INPC), estimado em aproximadamente 2% no período de 1º de novembro de 2016 a 31 de outubro de 2017. Para salários de R$ 10.000,01 até R$ 15 mil, o reajuste proposto pela CEB é de 40% do INPC. Salários acima de R$ 15 mil, o reajuste proposto pela empresa é de 30% do INPC.

Reivindicação da categoria

Pela proposta do STIU-DF, a CEB reajustaria, linearmente, o salário das trabalhadoras e dos trabalhadores em R$ 1.200, além da recomposição do INPC, relativo às Datas-Bases de 2014/15 e 2015/16. Outros pontos, como a manutenção das cláusulas sociais do último ACT, também são pleiteados.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta