Sem reciclagem de vidro no DF, empresa ensina a reaproveitar o material

Sem reciclagem de vidro no DF, empresa ensina a reaproveitar o material

O descarte de vidro tornou-se um problema no DF. Além de não haver usinas de reciclagem no Centro Oeste, o material deixou de ser recolhido como parte da coleta de  lixo reciclável pelo SLU (Serviço de Limpeza Urbana) e a orientação é de que seja descartado junto aos detritos orgânicos, indo parar em aterros sanitários. De olho nessa situação, uma empresa de Brasília, especializada em cursos de atividades manuais resolveu promover um curso para ensinar como reaproveitar garrafas de bebidas.

A coleta desse tipo de lixo tornou-se inviável para cooperativas do setor. O custo de transporte costuma ser superior ao valor obtido com a venda da venda do vidro descartado. Sem interesse tanto pelo poder poder público quanto pelas cooperativas, as garrafas tornaram-se um problema para bares e restaurantes locais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Começamos a ler notícias que o vidro começou a ser um problema para bares, restaurantes e  cooperativas de reciclagem. Imaginamos que um resíduo tão bonito e com tantas possibilidades poderia ter destinação melhor. Encontramos uma pessoa que pudesse ensinar a transformasse isso em peças atraentes e úteis”, acredita a empresária Janaina Coe, sócia da Pupila Experiências Criativas, que realiza o workshop no dia 21 de outubro no  Entrequadra (SHIS, QL 22, Conjunto 10, Casa 17, Lago Sul).

Novo uso

O curso rápido de upcycling, ministrado pelo arquiteto e especialista em reaproveitamento de vidro Luiz Freitas, vai ensinar como criar objetos com garrafas em casa. O termo inglês upcycling significa dar  novo valor a objetos descartados ou sem utilidade, sem a necessidade de um processo complexo de reciclagem.

Em três horas de aula, será ensinada uma técnica, que pode ser reproduzida em casa, para que garrafas possam ser cortadas e pintadas. Assim, o material pode ser transformado em luminárias, copos, cinzeiros e outras peças.

A técnica é simples e feita com lâmina de corte, encontrada em lojas de materiais para construção, vela,  um berço (suporte feito em madeira) e lixas para o acabamento. Todo o suprimento é cedido para os alunos. As inscrições podem ser feitas pelo site pupi.la e custam R$ 360, valor que pode ser dividido em quatro parcelas no cartão.

Copo feito a partir de garrafa de vodca – Foto Divulgação
Copo feito a partir de garrafa de cerveja – Foto Divulgação
Copo feito a partir de garrafa de bebida de café – Foto Divulgação
Cinzeiro feito a partir de garrafa de vodca. Foto: Divulgação

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

1 Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

um + seis =

  • Olá,
    Tenho todo o Know-how necessário para montar e gerir uma reciclagem de vidro.( Qualquer tipo de vidro). Também possua carteira de clientes para o produto beneficiado. Estou à procura de um investidor em qualquer estado Negócio altamente rentável
    Havendo interesse, meu e-mail é [email protected]
    Zap- 11-945457263

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend