Homem que tentou matar namorada após confundi-la com atriz pornô é preso

A ocorrência ganhou repercussão depois que a vítima Samara de Oliveira Felipe, 23 anos, saltou do 4º andar do prédio onde morava para fugir do companheiro Thiago Dantas, 30 anos.

Em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, o homem que tentou matar a própria namorada após confundi-la com uma atriz pornô foi encaminhado à carceragem da Polícia Civil, na última terça-feira (13).

O caso aconteceu no dia 29 do mês passado, no Pistão Sul, em Taguatinga. No dia, Thiago, que tentou esfaquear a namorada, foi autuado em flagrante por injúria, difamação e lesão corporal, mas havia sido liberado depois de pagar fiança de R$ 2 mil. Até hoje, Samara segue internada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e corre o risco de perder o movimento das pernas. O caso está na 21ª DP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


De acordo com a Polícia Civil, momentos antes do ocorrido, Thiago assistia a filmes pornô no computador enquanto Samara dormia no quarto do casal. Ele se enfureceu após ver uma atriz com uma tatuagem no braço esquerdo e achado que se tratava de sua mulher. Em seguida, ele foi até o quarto e agrediu a mulher.

Após pular pela janela, ela foi socorrida por vizinhos, que ouviram o barulho da queda. Com vários ferimentos, Samara comentou sobre o ocorrido em um vídeo filmado no hospital por uma amiga da mulher.

“Olhei para a janela e vi que a minha única chance era pular dali. Pensei, meu Deus…Se eu cair e me quebrar todinha, não vou poder mais nem andar, mas pelo menos vou estar viva. Ele ia me esfaquear, me cortar todinha”, contou. “Quando eu caí, comecei a gritar, pedir socorro. Gritei para todo mundo. Eu vi que não estava mais sentindo as minhas pernas. Eu senti muita dor. Gritei e os vizinhos desceram. Vi que ele desceu com a faca para me matar lá embaixo. Ele não encostava em mim. Só ficava me xingando e mostrando para todo mundo o vídeo, dizendo que eu era vagabunda”, relatou.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Send this to a friend