Homem é preso no Recanto das Emas após agredir mãe e irmã durante dez anos, diz polícia

A Polícia Militar atendeu neste domingo (18) diversas chamadas para atendimento de violência doméstica. Das diversas solicitações, cinco acabaram na prisão dos agressores.

A primeira prisão foi às 8h10, em Planaltina, onde um homem de 23 anos foi preso depois de agredir a esposa, de 30, com um estrangulamento, socos na boca e ameaçá-la de morte. A vítima conseguiu fugir levando a filha do casal, 6 anos, que presenciou as agressões.

A menina pediu socorro na casa de um vizinho que chamou a polícia. Policiais militares compareceram no endereço e prenderam o acusado em flagrante. Durante o trajeto até a delegacia o homem continuou ameaçando a esposa. Ele foi autuado em flagrante e não foi arbitrada fiança. A mulher requereu medidas protetivas. Na DP, foi constatado que o agressor é suspeito de participar de um homicídio no ano de 2016.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A segunda prisão foi por volta das 10h, no Recanto das Emas. Lá, um homem de 29 anos agrediu a mãe, de 53, e a irmã de 27. O autor, que é usuário de drogas, agredia a mãe e a irmã há mais de 10 anos. Ele foi autuado em flagrante.

A terceira prisão foi por volta das 15h, também no Recanto das Emas, onde um homem de 25 anos, tentou matar a esposa de 17, com uma faca. A jovem conseguiu fugir e acionou a Polícia Militar que prendeu o agressor em flagrante. As ameaças começaram quando o marido tomou conhecimento que esposa estava deixando o lar. Ele partiu em direção à jovem, armado com uma faca, e disse que se ela não fosse dele não seria de mais ninguém.

O agressor desferiu um golpe de faca na esposa. A vítima se defendeu e a facada pegou no braço. Ela fugiu levando uma criança de dois meses, filha do casal. As agressões também foram presenciadas por uma outra filha deles, de três anos. Quando os policiais entraram na residência descobriram que a acusado tentou colocar fogo na casa. Ele foi levado para delegacia e autuado em flagrante.

A fiança foi arbitrada em R$ 8 mil reais, que não foi recolhida. A jovem foi medicada e encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML). Ele requereu medidas protetivas.

A quarta prisão foi por volta das 20h, em Brazlândia, depois que o marido, de 30 anos, enfurecido, quebrou o salão de beleza da esposa e começou a agredi-la. A mulher, de 27 anos, pegou um vidro de álcool, jogou no corpo do marido, derramou também no próprio corpo, e ameaçou incendiar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Os filhos do casal pediram ajuda a populares que impediram a tragédia. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o agressor. O marido foi autuado em flagrante.

A quinta prisão foi por volta das 22h40, em Taguatinga, onde um marido foi preso depois de agredir a esposa.
Somente no primeiro trimestre de 2017, segundo a Polícia Militar, a corporação foi acionada para 1.536 atendimentos de violência doméstica.

Send this to a friend