Brasília por Dulcina – Movimentos sociais realizarão ato em defesa do Complexo Cultural Dulcina de Moraes

Dulcina Vive

O prédio em que se encontra a FBT, Fundação Brasileira de Teatro, responsável pelo Complexo Cultural Dulcina de Moraes e a Faculdade de Artes Dulcina de Moraes, vem sendo atacado nas últimas semanas por todas as frentes possíveis. Mas não vamos desistir.

Quarta-feira, dia 08/02/2017, às 13h, no Complexo Cultural Dulcina de Moraes, artistas de toda a cidade farão uma ocupação cultural como nunca antes vista em Brasília na defesa de um dos marcos históricos dessa cidade, a FBT, fundada pela própria Dulcina. Muito grafite, muita tinta, muita música, muita performance, muito teatro e MUITA ARTE.

Uma semana depois do que seria seu aniversário de 109 anos, Dulcina vê seu legado, patrimônio cultural do DF, ameaçado por decisões desinformadas de autoridades e por ataques de entidades que detestam a cultura e a vida na cidade. Em 2013, alunos e professores da faculdade conseguiram uma intervenção judicial na fundação, afastando décadas de uma gestão fraudulenta e mal intencionada da instituição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Aos poucos, a administração judicial, em conjunto e sintonia com alunos, professores, funcionários, lojistas do SDS, coletivos culturais e movimentos sociais, foi recuperando economicamente a fundação, atraindo cada vez mais pessoas de volta à FBT. Após anos de ocupação cultural continuada, o Movimento Dulcina Vive foi lançado em 2016, formalizando e intensificando as atividades nas dependências da FBT e do Setor de Diversões Sul. Feiras, shows, festas, peças, performances, intervenções, palestras, workshops… Todo tipo de evento tem passado pelo local. E queremos que continue assim.

Além de todas manifestações culturais, será apresentado à sociedade o manifesto do Movimento Dulcina Vive sobre a situação nebulosa da qual a FBT é VÍTIMA, incluindo o afastamento de seus administradores judiciais, a ser assinado pelos artistas presentes.

Sobre o coletivo “Dulcina Vive”

O coletivo tem por objetivo  coletivo barrar a degradação de nossos espaços, por isso trabalhamos com novos modelos de relação, de trabalho e de sustentabilidade.

Os modelos e as instituições tradicionais estão completamente saturados e em colapso, os desafios exigem soluções inteligentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Precisamos do novo! Por isso, atuamos em rede e nos organizamos de forma colaborativa, trocando conhecimento, compartilhando desejos e reivindicações, tudo num fluxo de comunicação em tempo real.

Usamos a criatividade como ferramenta de ocupação e juntxs estamos contruindo um espaço permanente de troca de ideias, ações e atividades culturais, para tornar o Centro Cultural Dulcina de Moraes cada vez mais livre, aberta e democrático.

Temos o direito a desejar.

Pelo direito à cidade, à cultura e à arte e, uma nova cultura política

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend