Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Justiça do DF determina suspensão de obras na orla do Lago Paranoá

Avatar

Publicado

em

A Justiça do Distrito Federal determinou em decisão liminar (provisória) a suspensão das obras na orla do Lago Sul

Por Gabriel Luiz

G1 DF

No entendimento do juiz Matheus Zuliani, o governo está errado em fazer obra em ritmo acelerado na área, que é uma unidade de conservação ambiental. A decisão é de 30 de dezembro de 2016. O governo disse que as obras continuam no local porque não foi notificado.

“A utilização de materiais e maquinários de grande porte também indicam a má utilização da área de preservação permanente, gerando impacto ambiental desconhecido”, afirmou o juíz do Núcleo Permanente de Gestão de Metas do 1º Grau. Para ele, se a obra continuar, os possíveis danos não seriam reversíveis.

Ainda de acordo com o magistrado, a construção de uma trilha na orla do lago deveria ser feita usando cascalhos e outros produtos naturais, e não com cimento. Para Zuliani, o uso deste material faz com que “os resíduos certamente sejam absorvidos pelo Lago Paranoá”.

Apesar da medida judicial, máquinas da Novacap continuavam circulando normalmente na orla da QL 12 do Lago Sul, nesta terça-feira (3). A previsão do governo é de que a trilha na quadra seja terminada em fevereiro. Ao todo, já foram gastos cerca de R$ 1 milhão na obra.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *