Siga o Jornal de Brasília

Destaque

Servidores cobram que GDF cumpra a lei e pague reajuste

Avatar

Publicado

em

Nesta sexta-feira (14/10), o Buriti fecha a folha, mas dá sinais de que vai depositar a correção. Enquanto isso, servidores ameaçam com greve geral

A partir desta segunda-feira (10/10), os 153 mil servidores do Distrito Federal viverão, novamente, a expectativa de saber se o Governo do DF vai honrar com o compromisso de pagar a última parcela do reajuste salarial conquistado por 32 categorias em 2012. Na sexta-feira (14/10), o Buriti fecha a folha e colocará, ou não, a previsão do valor devido no pagamento de novembro, como foi prometido. A Casa Civil alega dificuldades financeiras, apesar do aumento na arrecadação. Do outro lado, os sindicatos prometem pressionar e reagir até mesmo com greve.

O GDF vem dando sinais de que não pagará o reajuste e, em função disso, até editou um decreto prevendo punições pesadas para os servidores que fizerem greve. Neste domingo (9/10), o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) reuniu sua equipe de governança do Executivo, formada por representantes das secretarias de Fazenda, Planejamento, Procuradoria-Geral do DF e consultoria jurídica, para avaliar a a situação financeira e, claro, um dos assuntos tratados foi a correção dos servidores.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A análise é de que o governo terá de buscar alternativas para fazer caixa frente ao rombo financeiro, que vão além do aumento da base de cálculo do IPTU, pois o governo sabe que encontrará dificuldades para aprovação pela Câmara Legislativa. “Analisamos as perspectivas para o resto do ano. A situação merece atenção”, disse o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, ao fim do encontro com e equipe de governança.

Leia mais em Metrópoles.com

 

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *