Siga o Jornal de Brasília

Destaque

PGR não vê indício de participação de Rollemberg em corrupção na Saúde

Avatar

Publicado

em

O nome do governador é citado nas gravações que deram início às investigações da Operação Drácon

A Procuradoria-Geral da República (PGR) devolveu ao Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) parte do inquérito da Operação Drácon, que investiga suspeitas de pagamento de propinas e desvio de dinheiro na saúde pública da capital federal. A apuração havia sido enviada à PGR porque o nome do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) é citado nos áudios que deram início às denúncias.

No parecer que determinou a devolução do inquérito, o vice-procurador-geral, José Bonifácio Andrada, afirmou que as referências a Rollemberg e a parentes do governador não foram acompanhadas de “quaisquer indícios de sua participação direta nos fatos narrados e tidos por ilícitos”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O documento também afirma que “os diálogos e documentos juntados aos autos apontam para a ocorrência de ilícitos em vários escalões da administração pública” do DF.

Leia mais em Metrópoles.com

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *