Mudanças no Na Hora do Riacho Fundo I revolta a população

Secretário enfrenta reclamações sobre mudança do Na Hora

O secretário de Justiça e Cidadania do DF, Marcelo Lourenço Coelho de Lima, simpático e experiente, que já atuou na Câmara  Legislativa e foi subsecretário de Avaliação e Gestão da Informação da antiga Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano,  têm sido criticado  no Riacho Fundo I por grupos que não querem que o Na Hora,  localizado na cidade à beira da EPNB há mais de seis anos, seja transferido para Samambaia. Nesta unidade  funciona o melhor serviço de emissão de passaportes da Polícia Federal do país. Somente em agosto foram mais de 12 mil atendimentos feitos pela PF.

Segundo informações, lideranças do Riacho Fundo I questionaram o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), que afirmou desconhecer a mudança e que conversaria com o secretário de Justiça a respeito. O contrato da unidade do Na Hora que funciona no edifício Riacho Mall, no Riacho Fundo I, foi renovado pelo governo de Rollemberg no ano passado. riacho mall

No meio do turbilhão de informações desencontradas, o administrador regional do Riacho Fundo I e amigo pessoal do governador, Heitor Kanegae (PSB),  tenta segurar o Na Hora  porque considera ser importante a presença da unidade, que ajuda na economia e no desenvolvimento da cidade.

 Segundo reportagem do portal G1/DF de 12/08/16 , o governo do Distritro Federal anunciou em agosto,  que o Na Hora do Riacho Fundo I será o único local para solicitação de passaporte a partir de 3 de outubro. Com isso, a unidade da Rodoviária do Plano Piloto deixa de atender quem quer pedir o documento. O posto do Riacho Fundo fica a 20 quilômetros de distância da Rodoviária, na área central de Brasilia.

Segundo o diretor de qualidade do Na Hora, Eduardo Calheiros, a mudança partiu da Polícia Federal. “Eles alegaram que precisavam concentrar os serviços em somente uma unidade. [Os policiais federais] Têm o Riacho Fundo como uma agência modelo, pela satisfação e velocidade do atendimento”, afirmou.

“Pelo estudo que eles fizeram, o Riacho Fundo comporta toda a estrutura da Rodoviária. A questão de dificultar por ser mais central, nós discutimos também. Levamos em consideração que a pessoa que vai mexer com passaporte vai fazer isso uma vez a cada dez anos”, declarou Calheiros. “Havia muita insatisfação na rodoviária pela falta de estacionamento.” De acordo com a Polícia Federal, a mudança vai melhorar a qualidade do serviço porque a estrutura da rodoviária é “limitada” e do Riacho Fundo é “superior”

O Blog apurou que uma coisa é certa nessa história: O Na Hora é o melhor serviço do governo (apesar dos servidores estarem há mais de  7 anos sem aumento de salário)  e precisa ser ampliado rapidamente com o apoio de Rollemberg  para chegar à outras importantes cidades, como por exemplo, Brazlândia, Asa Sul e  Samambaia. A SEJUS agradeceria muito e a população também.

As atuais unidades do Na Hora funcionam nas seguintes cidades: Gama, Ceilândia, Riacho Fundo I, Rodoviária, Sobradinho e Taguatinga. Apenas no Riacho Fundo I funciona o serviço de emissão e renovação de passaportes.

 

Informações e contato: Telefone 156 e E-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

14 + 5 =

Send this to a friend