Barracos em área de preservação ambiental são retirados no Guará

Uma operação integrada do governo de Brasília começou, na manhã desta sexta-feira (9), a retirar as edificações feitas de madeirite, lona e telha, que fazem parte de uma ocupação ilegal no Parque Ecológico Ezechias Heringer, no Guará. Elas estão no local há oito meses e, por ser uma área de preservação ambiental, nenhum invasor precisa ser notificado.

Os ocupantes são, na maioria, catadores de materiais recicláveis. De acordo com a Administração Regional do Guará e a Polícia Militar do Distrito Federal, há relatos de tráfico de drogas, por parte de empresários e de moradores de áreas próximas. “A própria população nos procurou e pedimos ao 4º Batalhão da PM que fizesse um estudo do local”, explica o administrador do Guará André Brandão, que fez questão de acompanhar a operação de hoje.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Segundo Brandão, as edificações estão espalhadas em uma área de cerca de 100 mil metros quadrados, somando aproximadamente 30 barracos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

10 − 1 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend