Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Flamengo decide no 1º tempo, vence Sport e retoma vice-liderança do Brasileiro

O Flamengo, assim, chegou aos 61 pontos, ultrapassando o Atlético-MG, com 60, e ficando a quatro do Inter. E voltará a jogar na quinta-feira, quando vai enfrentar o Vasco em clássico no Maracanã

Publicado

em

Com ótima atuação no primeiro tempo, o Flamengo retomou a vice-liderança e a condição de maior perseguidor ao Internacional na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, com gols de Gabriel, Bruno Henrique e Pedro, derrotou o Sport por 3 a 0, na Ilha do Retiro, pela 33.ª rodada.

O Flamengo, assim, chegou aos 61 pontos, ultrapassando o Atlético-MG, com 60, e ficando a quatro do Inter. E voltará a jogar na quinta-feira, quando vai enfrentar o Vasco em clássico no Maracanã. O Sport, por sua vez, permanece com 35 pontos, em 16.º lugar, e só à frente do Fortaleza, que abre a zona de rebaixamento, pelos critérios de desempate. Seu próximo compromisso será na sexta, no Engenhão, diante do Botafogo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A partida teve dois tempos bem distintos. Avassalador, lembrando os melhores momentos da vitória sobre o Grêmio, quando anotou 3 gols em 9 minutos, o Flamengo dominou amplamente o Sport no primeiro. Gerson ditava o ritmo, iniciando a construção das jogadas do time, que acuou a equipe pernambucana. Marcou duas vezes e só não fez mais porque falhou muito nas finalizações, especialmente com Gabigol.

Na etapa final, não chegou a ter a sua vitória ameaçada, mas não repetiu a intensidade inicial. Sorte que o Sport é um dos piores times da competição e pouco deu trabalho a Diego Alves, que lesionou logo na sua volta ao time, e a Hugo Souza, embora tenha sido mais presente no campo de ataque. Ainda assim, o Flamengo marcou no fim com Pedro.

O JOGO – O primeiro lance de perigo do jogo indicou o que seria toda a etapa inicial: um passeio do Flamengo. Aos 3 minutos, Gerson lançou Arrascaeta, que recebeu nas costas de Patric. Ele cruzou para Gabigol só empurrar para as redes e fazer 1 a 0. E seguiu assim. A equipe finalizou 13 vezes, sendo 10 da grande área, aproveitou os vacilos do Sport e só não aplicou uma goleada porque perdeu muitas chances.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Ainda mais que o gol precoce pareceu deixar o Sport abalado psicologicamente. A defesa errava e o Flamengo criava chances de gol, mas não era preciso nas finalizações, embora bastante intenso e objetivo. Perdeu chance com Gabigol após vacilo de Luan Polli, ameaçou em cobrança de falta de Diego e logo marcou de novo. Aos 18, após a defesa do Sport afastar mal, Arrascaeta chutou, a bola sobrou para Bruno Henrique, que mandou para o gol

Avassalador, o Flamengo poderia ter feito mais no primeiro tempo Reclamou de um pênalti não marcado em toque de mão de Junior Tavares na grande área. Gabigol ainda teve mais três chances, aos 29, aos 33 e aos 43 minutos. Falhou em todas. Bruno Henrique também desperdiçou oportunidade, aos 41, após vacilo de Adryelson. E a sensação na saída para o intervalo foi de que 2 a 0 era lucro para o Sport.

No começo do segundo tempo, o time pernambucano pareceu esboçar uma reação ao perder uma chance clara, de cabeça, com Thiago Neves, após cobrança de falta de Junior Tavares. A resposta do Flamengo veio de modo parecido: Arrascaeta para Gabigol perder outra chance.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Dois lances de perigo nos cinco minutos iniciais pareciam indicar que a segunda etapa seria tão movimentada como a primeira. Mas não foi o que aconteceu. Muito porque o Flamengo diminuiu o ritmo. E ainda perdeu Diego Alves, que fazia seu retorno ao time, por uma lesão muscular.

O Sport, que escapou de ter Ronaldo Henrique expulso após revisão do VAR, aproveitou a queda do Flamengo, que parecia cansado. Ameaçou em jogadas com Marquinhos pela ponta esquerda, dando bastante trabalho a Isla. Mas não muito mais do que isso. E o time carioca quase ampliou com Pepê, um dos cinco reservas acionados por Rogério Ceni na etapa final. Falhou dessa vez, mas não aos 50. Com muito espaço, a bola passou por Everton Ribeiro e Arrascaeta, até chegar a Pedro. Ele bateu do lado direito da grande área para fechar o placar em 3 a 0.

FICHA TÉCNICA:

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

SPORT 0 x 3 FLAMENGO

SPORT – Luan Polli; Ewerthon (Lucas Venuto), Iago Maidana, Adryelson e Junior Tavares (Sander); Ronaldo Henrique (Bruninho), Betinho, Patric, Thiago Neves e Marquinhos (Gustavo Oliveira); Dalberto (Hernane). Técnico: Jair Ventura.

FLAMENGO – Diego Alves (Hugo Souza); Isla, Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego (Gomes), Gerson (Pepê), Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique (Pedro) e Gabriel (Vitinho) Técnico: Rogério Ceni.

GOLS – Gabigol, aos 3, e Bruno Henrique, aos 18 minutos do primeiro tempo. Pedro, aos 50 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rafael Traci (SC).

CARTÕES AMARELOS – Marquinhos, Diego, Gerson e Ronaldo Henrique.

LOCAL – Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta