Flamengo revela 7º caso de coronavírus na delegação na véspera do jogo no Equador

O clube obteve o resultado da contraprova e mais um atleta se juntou a Bruno Henrique, Michael, Matheuzinho, Diego, Filipe Luís e Isla que haviam dado positivo no domingo

A diretoria do Flamengo revelou, nesta segunda-feira, que sete atletas testaram positivo para covid-19 no Equador, onde o time jogou quinta-feira e foi goleada, por 5 a 0, pelo Independiente Del Vale, e onde joga, nesta terça-feira, às 19h15 (horário de Brasília), diante do Barcelona de Guayaquil, pela quarta rodada da Copa Libertadores.

O clube obteve o resultado da contraprova e mais um atleta se juntou a Bruno Henrique, Michael, Matheuzinho, Diego, Filipe Luís e Isla que haviam dado positivo no domingo. O surto fez a diretoria do clube convocar os garotos João Lucas (lateral-direito, 19 anos), Natan (zagueiro, 22) e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz (ambos também com 19).

Além dos jogadores que foram diagnosticados com coronavírus, o técnico Domènec Torrent não poderá contar com o centroavante Gabriel, com uma lesão muscular na coxa direita, o zagueiro Gustavo Henrique, expulso na goleada para o Independiente Del Valle, e o atacante Vitinho, que apresentou um quadro de gripe.

O Flamengo é o segundo colocado no Grupo B, com seis pontos, três atrás do líder Independiente Del Valle. O Barcelona de Guayaquil ainda não somou ponto, enquanto o Junior Barranquilla soma três.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

três × um =

Send this to a friend