Em melhor partida com Domènec, Fla volta a brilhar e faz 5 no Bahia no Pituaçu

om sua segunda vitória consecutiva, o Fla chegou aos 11 pontos e já encostou nos primeiros colocados, enquanto o Bahia soma oito pontos e aparece no meio da tabela

Em sua melhor apresentação sob o comando de Domènec Torrent, o Flamengo voltou a brilhar na noite desta quarta-feira Jogando no Pituaçu, em Salvador, a equipe carioca lembrou alguns dos melhores momentos de 2019 ao derrotar o Bahia por 5 a 3, pela sétima rodada do Brasileirão.

Em jogo aberto e de belos gols, para ambos os lados, o atual campeão brasileiro dominou com sobras e poderia até ter deixado o gramado com um placar mais dilatado. Somente no primeiro tempo, foram três gols (dois deles em belas jogadas) e oportunidades em sequência para marcar mais.

Com sua segunda vitória consecutiva, o Fla chegou aos 11 pontos e já encostou nos primeiros colocados, enquanto o Bahia soma oito pontos e aparece no meio da tabela.

O JOGO – Com Gabriel Batista no gol e um ataque formado por Pedro Rocha e Pedro, o Flamengo fez uma de suas melhores exibições no primeiro tempo no Pituaçu. Foram três gols em apenas 45 minutos, fora as boas oportunidades desperdiçadas, construídas em forte ritmo desde o primeiro minuto de jogo.

E, logo em sua primeira chance, o Flamengo mandou para as redes. No primeiro minuto da partida, a zaga do Bahia vacilou de forma incrível na pequena área, Pedro se antecipou em um carrinho, dividindo a bola com o goleiro Anderson e levando a melhor. A bola morreu no fundo das redes.

Exibindo um futebol envolvente, o time carioca chegava ao ataque com facilidade, trocando passes de forma objetiva. Assim nasceu o segundo gol. Aos 16, Pedro recebeu na entrada da área e bateu rasteiro. A bola acertou o pé das duas traves e entrou: 2 a 0.

O Bahia, que mantinha o ritmo do jogo elevado, descontou aos 31. Após cruzamento da direita, Rodriguinho pegou quase de primeira e mandou no travessão. A bola rebateu no próprio goleiro do Flamengo e entrou.

Do outro lado, o Flamengo não baixava o nível de atuação nem mesmo quando a chuva caiu forte. Em uma rápida e bela troca de passes pela direita, a bola sobrou para Arrascaeta anotar o terceiro, aos 37.

Antes do intervalo, o Bahia diminuiu mais uma vez. Aos 41, Gabriel Batista saiu mal do gol e entregou o rebote nos pés de Élber, na pequena área. O atacante escorou com facilidade para as redes.

No segundo tempo, nem a chuva e nem o intervalo esmoreceram o Flamengo. Foram dois gols em apenas quatro minutos. Logo aos 2, Everton Ribeiro fez lindo drible sobre Zeca e bateu colocado, encobrindo Anderson. Em ritmo de treino, o Fla anotou o quinto gol em uma tabela de Arrascaeta com Pedro Rocha pela esquerda. O uruguaio completou para as redes sem fazer força.

Somente a partir dos 20 minutos que o jogo passou a cair de ritmo. O Fla tinha menos ímpeto ofensivo, esperando por brechas na defesa dos anfitriões, enquanto o Bahia se defendia com mais força, praticamente abdicando de atacar.

Torrent, então, resolveu rodar o elenco. Deu chances a Vitinho, Michael e Lincoln, além de Diego, reestruturando todo o setor ofensivo da equipe.

Sem desanimar, o Bahia ainda descontou mais uma vez, aos 44 minutos. Em mais um belo gol na partida, Daniel acertou o ângulo do goleiro do time carioca, sacramentando o placar final.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 x 5 FLAMENGO

BAHIA – Anderson; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho, Zeca (Juninho Capixaba); Elton (Edson), Daniel, Rodriguinho (Jadson), Élber; Gilberto (Saldanha) e Rossi (Marco Antônio). Técnico: Roger Machado.

FLAMENGO – Gabriel Batista; Isla (Thuler), Rodrigo Caio, Léo Pereira, Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Diego), Everton Ribeiro, Arrascaeta (Vitinho); Pedro Rocha (Michael) e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent.

GOLS – Pedro, a 1 e aos 16, Rodriguinho, aos 31, Arrascaeta, aos 37, e Élber, aos 41 minutos do primeiro tempo. Everton Ribeiro, aos 2, Arrascaeta, aos 6, e Daniel, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Juninho Capixaba, Thuler, Diego.

ÁRBITRO – Savio Pereira Sampaio (DF).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Pituaçu, em Salvador (BA).

Send this to a friend