Parentes de vítimas do Flamengo participam de mediação na Justiça

Oito corpos de jogadores já foram liberados pelo IML para sepultamento. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Parentes dos dez atletas do Flamengo mortos na tragédia do Ninho do Urubu participam, na tarde de hoje (21), de uma audiência de mediação no Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro

A reunião ocorre após a tentativa frustrada de acordo entre as famílias e o Flamengo, que ofereceu valores iniciais entre R$ 300 mil e R$ 400 mil e mais um salário mínimo mensal por 10 anos por atleta morto. Segundo o Flamengo, houve duas propostas posteriores, mas que não constaram em ata, que ficaram entre R$ 750 mil e R$ 1 milhão.

A audiência é feita pelo desembargador Cesar Cury, do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec). Participam representantes do Ministério Público (MP), da Defensoria Pública e do Ministério Público do Trabalho (MPT), além dos advogados de cada família.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

1 × um =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend