Corinthians tenta subir média de gols contra o Grêmio

Timão fez apenas três gols nos últimos cinco jogos, mas Osmar Loss projeta melhora ofensiva

A retomada do Corinthians no Campeonato Brasileiro passará, principalmente, por uma melhora ofensiva. Com bons números defensivos (15 gols sofridos em 18 jogos), o Timão enfrenta o Grêmio neste sábado, às 19h (de Brasília), na Arena Corinthians, num momento de raros gols marcados.

Em agosto, cinco partidas foram disputadas por três competições, com apenas três gols marcados – curiosamente, todos contra a Chapecoense, que foi adversária em três ocasiões. Uma média de 0,6 por partida:

  • 1/8 – Corinthians 1 x 0 Chapecoense (Copa do Brasil)
  • 4/8 – Corinthians 0 x 0 Atlético-PR (Brasileirão)
  • 8/8 – Colo-Colo 1 x 0 Corinthians (Libertadores)
  • 12/8 – Chapecoense 2 x 1 Corinthians (Brasileirão)
  • 15/8 – Chapecoense 0 x 1 Corinthians (Copa do Brasil)

É uma média bem menor do que a obtida pela equipe alvinegra em julho, quando fez 15 gols em sete jogos (quatro oficiais e três amistosos), equivalendo a 2,14 por jogo. Contra o Vasco, em 29 de julho, o Corinthians marcou quatro gols na vitória por 4 a 1, três deles feitos por Ángel Romero.

A deficiência ofensiva foi admitida pelo técnico Osmar Loss em entrevista coletiva em Chapecó, na noite de quarta-feira. Após um jogo pobre tecnicamente, o Timão conseguiu um gol com Jadson numa falta no fim do segundo tempo. Consciente do problema, ele aposta em evolução.

– Acho que temos muito que evoluir no terço final de campo, aquele momento dentro da área. Saber onde jogar a bola, infiltrar. No jogo de domingo (derrota por 2 a 1 para a Chapecoense), que tínhamos um time menos entrosado, criamos mais jogadas de ataque. O jogo desta quarta tinha um caráter de ter solidez e competitividade. Contra o Vasco criamos mais jogadas, contra o Atlético-PR não fomos tão bem, contra o Colo-Colo pecamos um pouco. Mas eu concordo. Eu acho que temos mais lastro pra criar mais jogadas. O time se torna mais confiável de trás pra frente. Estamos investindo muito na parte defensiva e vamos trabalhar para melhorar o ataque também – disse Loss.

Desde que assumiu o time, Osmar Loss alternou as escalações da equipe entre o 4-3-2-1 e o 4-2-4, esquema sem centroavante em que um jogador de rapidez flutua entre as linhas. Em julho, Romero assumiu a função, fez seis gols e se destacou. Nos últimos jogos, porém, passou em branco.

Contra o Grêmio, dono da melhor defesa da competição (apenas oito gols sofridos), Loss pode voltar a escalar o time com um centroavante. Jonathas, recuperado de lesão muscular, entrou nos minutos finais em Chapecó e teve atuação razoável. Roger e Matheus Matias são outras opções.

A 12 pontos do líder São Paulo, o Corinthians ocupa a sétima posição, com 26 pontos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

5 × três =

Send this to a friend