Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Palmeiras vence o Boca na Bombonera e passa de fase

Publicado

em

Palmeiras vence o Boca na Bombonera e passa de fase

Verdão faz ótima partida e assegura classificação antecipada com vitória por 2 a 0 na Argentina

O Palmeiras respondeu à altura nesta quarta-feira a toda pressão que recebeu de parte da torcida nos últimos dias. Com uma atuação muito segura, o Verdão anulou toda a força do Boca Juniors na Bombonera para vencer por 2 a 0 e garantir antecipadamente a classificação às oitavas de final da Taça Libertadores. Keno e Lucas Lima marcaram.

Bombonera lotada, Tévez em campo… E o Palmeiras foi melhor no primeiro tempo. Bem posicionado, o Verdão conseguiu controlar a força ofensiva do adversário e sofreu poucos sustos. O problema é que o time de Roger Machado demorou a botar o pé no ataque. Quando avançou mais, abriu o placar, aos 39 minutos, depois de um cruzamento certeiro de Marcos Rocha que Keno completou de cabeça.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O Boca, então, despertou e tentou pressionar. Pavón, o melhor entre os argentinos, bateu cruzado para o ex-cruzeirense Ábila perder gol incrível com Jailson já batido. Em lance parecido, o mesmo Ábila marcou pouco tempo depois, mas o árbitro acertadamente anulou por impedimento.

 Os argentinos foram para cima desde o início e puxaram a pressão da torcida nas arquibancadas. Pérez quase empatou em chute que passou perto. Jailson fez defesa espetacular após finalização de Pavón e, mais uma vez, foi herói.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Com Willian na vaga de Borja, lesionado, o Palmeiras ganhou mais velocidade para jogar nos contra-ataques e decidir o jogo. Aos 21, o goleiro Rossi cortou errado de cabeça um lançamento fora da área. Lucas Lima pegou o rebote e bateu por cobertura para aumentar. O Boca ainda tentou e teve outro gol acertadamente anulado por impedimento, agora de Tévez. Mas era tarde demais para reagir.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Os argentinos compareceram em peso, mas quem fez a festa foram os quase dois mil palmeirenses presentes no estádio. Por várias vezes foi possível ouvir a torcida alviverde cantando mais alto do que os locais. Muitos torcedores do Boca deixaram o estádio antes mesmo de a partida terminar.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta