Vasco vence Botafogo e tem vantagem na semi contra alvinegro

Vasco vence Botafogo e tem vantagem na semi contra alvinegro

João Paulo tem fratura na perna, Rildo sai com luxação no ombro, Alvinegro empata após desvantagem de dois gols, mas Paulinho faz o gol da vitória. Apesar da derrota, Bota avança com vitória do Fla sobre a Portuguesa

Se a técnica não está à altura do grande clássico que é Botafogo x Vasco, os dois times fizeram um grande e movimentado jogo na tarde deste domingo, no Nilton Santos. Riascos – de letra -, Ríos e Paulinho marcaram para dar a vitória ao time da Colina por 3 a 2. O Alvinegro, que chegou a estar em desvantagem de dois gols e empatou com Lindoso e Brenner, bem que tentou, saiu derrotado, mas graças à vitória do Flamengo sobre a Portuguesa por 4 a 0, avançou para as semifinais da Taça Rio.

A fratura de João Paulo sofrida logo aos dois minutos tratou de esquentar o jogo, que teve entradas fortes e disputas mais intensas que o normal. Rildo, que entrou com o pé alto na divida com João, sairia pouco depois, com uma luxação no ombro fruto de uma disputa com Marcinho.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Com a bola no chão, o Botafogo teve superioridade por algum tempo, mas pecou demais no último passe. Quase marcou com Marcos Vinícius, em chute que explodiu no peito de Brenner, e com Igor Rabello, em desvio que terminou em grande defesa de Martín Silva. Quando parou de insistir nos cruzamentos pelo alto, o Vasco chegou ao gol. Primeiro com Riascos, em bela letra. Depois com Ríos, que boa finalização de pé esquerdo.

O Botafogo conseguiu diminuir o placar em pênalti cobrado por Lindoso logo no início da segunda etapa. E foi com tudo em busca do empate. Luiz Fernando deu outro gás ao time pela direita, abrindo espaço também para Marcinho, que cruzou na medida para Brenner. Com touca de natação na cabeça em função de um corte, atacante botou a testa na bola e contou com a colaboração de Martín Silva para deixar tudo igual.

Mas o Vasco não estava morto por um motivo. Tinha Paulinho. A joia caía pela esquerda e incomodava. Quase marcou, mas Gatito fez boa defesa que no rebote teve chute de Ríos em cima de Evander. O terceiro do Vasco sairia aos 38, quando cruzamento de Fabrício passou por todo mundo e caiu nos pés de Pikachu, que chutou rasteiro cruzado e encontrou Paulinho livre só para empurrar para dentro. O Botafogo ainda teve quatro chances para empatar, mas não o fez.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro + treze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend