Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Rueda assume responsabilidade por derrota do Fla: “Hoje eu perdi o jogo”

Avatar

Publicado

em

Rueda aceita proposta, e Fla aguarda chegada de treinador nos próximos dias

Técnico diz que Rubro-Negro foi agressivo até abrir o placar, mas piorou no segundo tempo contra o Grêmio, que virou e fez 3 a 1

O técnico Reinaldo Rueda assumiu a responsabilidade pela derrota do Flamengo por 3 a 1 para o Grêmio, na noite deste domingo, na arena do adversário, em Porto Alegre. O Rubro-Negro abriu o placar com Éverton Ribeiro, mas caiu de rendimento, foi dominado e levou a virada na partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– Hoje perdi o jogo. Eu perdi. Não sei a estratégia. O jogo estava controlado. Buscamos ganhar desde o começo. O Grêmio tinha grande circulação de posse de bola. Com grande vocação ofensiva. Mas o jogo até 1 a 0 a favor estava funcionando, mas depois com o 1 a 1, não pela estratégia, escalação, mas como se assimila. O 1 a 1 não é a morte. É placar para trabalhar e buscar o jogo – disse Rueda após a partida.

Rueda não gostou do que viu o Flamengo fazer depois de abrir o placar e, principalmente, do empate.

– Um jogo que até o 1 a 0 estava controlado, com muita ordem da nossa parte. Um Flamengo agressivo, com grande disposição, até o 1 a 0. Mas numa situação infeliz, um erro, creio que não é possível perder o controle. Com 1 a 1 era para seguir jogando com ordem e buscar o resultado. Para nós o 1 a 1 não era bom. Mas era melhor do que perder. Sobretudo perder o controle, como perdemos – completou.

Mudança de postura

Penso que são situações circunstanciais de jogo. Até o 1 a 0, a ordem, agressividade e disposição mental estava boa. Poderíamos fazer o 2 a 0, mas não se assimila bem. Falta a tranquilidade para assimilar o 1 a 1. Era trabalhar e jogar. Era partida controlada. Depois, se equivoca Renê, Pará. O jogador (Everton) entrou e finalizou bem.

Cansaço

Não é argumento cansaço. Grêmio jogou quinta a Libertadores. Não temos desculpas. Equipe com a estatura e experiência do Fla não passa por aí. Em 1 a 0 tem que respeitar, valorizar. Depois, passa pela comunicação no campo. Não podemos tomar dois gols com jogadores maduros, experimentados.

Sentado no banco durante o jogo

Não foi nada diferente. Hoje pedi a Redin que estivesse à frente, mas não tem nada a ver com o jogo e o placar. Isso é secundário ao jogo. Com Redin, estava 1 a 0, poderia terminar assim. Não tem nada a ver com o jogo e com o resultado.

Guerrero

Preferi não falar com ele. Muita gente, muita situação difícil para ele. Preferi respeitar este espaço. Ele viajou a Lima. A situação é lamentável. Ruim, crítica, por tudo que significa para o Fla.

Desfalques

Hoje não podemos falar de quem não está. Não estão Juan, Réver, Berrío, Guerrero, Diego… são cinco titulares, mas qualquer equipe do mundo sente isso. Todos sabemos do que significa Diego, mas temos que aproveitar a oportunidade e jogar desta maneira.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *