Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Palmeiras goleia, garante Libertadores e afunda o Sport

Brasília de Fato

Publicado

em

Palmeiras goleia, garante Libertadores e afunda o Sport

Vitória, aliada a tropeços de cariocas, coloca o Verdão direto na fase de grupos da competição sul-americana. Sem triunfar há oito rodadas, Leão está ameaçado

O Palmeiras está classificado para a fase de grupos da Libertadores de 2018. E o Sport continua ameaçado pelo rebaixamento. A goleada do Verdão por 5 a 1, na noite desta quinta-feira, em São Paulo, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, confirmou esses dois cenários. A equipe paulista chegou a ser vaiada pelos torcedores, mas depois arrancou aplausos da torcida. O Leão, por sua vez, soma oito jogos sem triunfos.

Com esse triunfo, o Palmeiras chegou a 60 pontos na terceira colocação e não pode mais ser alcançado na luta por vaga direta na fase de grupos da Libertadores. O Sport, com 36 pontos, está em 18º lugar, a quatro do Vitória, que está fora do Z-4.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Quem assistiu apenas ao segundo tempo da vitória por 5 a 1 sobre o Sport, nesta quinta-feira, pode ter imaginado que, como contra o Flamengo, o Palmeiras teve uma atuação tranquila e sem sustos em sua arena. Mas não foi bem assim.

Na primeira etapa, o domínio foi todo do Sport, que se aproveitou de muitos erros para criar as melhores chances (e não aproveitá-las). O goleiro Fernando Prass salvou a equipe da casa com quatro defesas difíceis.

O desempenho abaixo da crítica fez com que o público – um dos menores da história do estádio desde sua reinauguração – vaiasse o Palmeiras no intervalo. No segundo tempo, porém, o cenário seria bem diferente: a maioria dos 18.744 presentes aplaudiria Deyverson (duas vezes), Luan, Dudu e Keno por garantirem a vitória por goleada.

O desenho tático e a estratégia não foram diferentes em relação à rodada passada, quando o time derrotou o Flamengo com facilidade até surpreendente. A única mudança foi a troca de Mayke (desfalque por dores no quadril) por Jean na lateral direita.

O que ocorreu no domingo e não se repetiu nesta quinta-feira foi a concentração. Em alguns momentos, o Palmeiras parecia desligado, e o adversário se aproveitava disso.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *