Na raça! Flamengo arranca empate heroico contra o Flu e está na semifinal

Na raça! Flamengo arranca empate heroico contra o Flu e está na semifinal

Fluminense abre 3 a 1 – com dois de Renato Chaves -, mas Rubro-Negro elimina o rival com gol de Willian Arão aos 38 minutos do 2º tempo

Torcidas inflamadas, jogadores pilhados, jogadas ríspidas, seis gols e muita emoção. Enfim, um clássico com cara de clássico no Rio de Janeiro. Num Fla-Flu eletrizante, com direito a reação na reta final, o Rubro-Negro buscou o 3 a 3 e garantiu vaga na semifinal da Sul-Americana. Foram muitos os postulantes a heroi. Lucas abriu o placar no início, Renato Chaves marcou duas vezes de cabeça… Diego fez de falta, Vizeu diminuiu a vantagem… Mas Willian Arão, numa cabeçada certeira, arrancou o grito dos torcedores e selou a classificação.

Sabe aquele grito da torcida no início dos jogos, “queremos raça”? Flamengo e Fluminense entenderam bem o recado – e até extrapolaram em muitos momentos do jogo. No primeiro tempo, vários lances mais ríspidos. Douglas deu pisão em Diego, que reagiu imediatamente. Lucas e Arão trocaram juras em campo, Marcos Junior e Pará também se estranharam… No fim, 16 faltas do lado rubro-negro (cinco cartões amarelos), 21 do Tricolor (seis cartõe amarelos) e ânimos exaltados após o apito final.

 

Vinicius Junior mudou o jogo no Maracanã. O Flamengo, com um 3 a 1 desfavorável no placar, apostou no garoto aos 18 minutos do 2º tempo. Em 20 minutos, ele participou de dois gols. Iniciou a jogada do segundo do rubro-negro no jogo – que terminou com passe de letra de Éverton Ribeiro e conclusão de Vizeu -, e sofreu a falta que originou o da classificação, de Arão. Ainda infernizou a defesa, sofreu faltas e deixou Diego livre no último lance da partida, mas Cavalieri impediu a vitória.

Quatro dos seis gols da partida saíram a partir de cobranças de escanteio e falta. O Fluminense chegou a abrir 3 a 1 no marcador com duas cabeçadas certeiras de Renato Chaves, heroi improvável. Antes, Diego, numa falta cobrada com extrema categoria, também balançou a rede. A decisão só poderia vir pelo alto. E foi assim que Arão aproveitou a bola de Pará, aos 38 minutos do segundo tempo, e decidiu a vaga nas semifinais.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dois × quatro =

Mais lidas

Send this to a friend