Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Mano enaltece trabalho dos atletas e projeta substitutos para quarta-feira

Publicado

em

Feliz com o resultado, o técnico Mano Menezes elogiou a maturidade de sua equipe na vitória sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão.

O Cruzeiro soube administrar bem a partida, principalmente na segunda etapa, quando ele alterou algumas posições no ataque e que foram fundamentais para a equipe manter o resultado construído no primeiro tempo, com um golaço do uruguaio De Arrascaeta, acredita o técnico Mano Menezes.

“O jogo foi disputado dentro do esperado mesmo, a gente precisava voltar a vencer em casa, não sofrer gols novamente, e não o tomamos com o auxilio de todo mundo, principalmente por causa do Fábio. Tivemos maturidade, fizemos um segundo tempo melhor, mais bem posicionado, mudamos um pouco a forma da equipe jogar. Trouxemos o Robinho para dentro, Thiago Neves pela direita e Arrascaeta flutuando mesmo, que é o que ele pode dar para a equipe nesse momento e Rafinha pela esquerda. Depois as alterações em função até por desgaste e uma idéia de dar ritmo para Alisson novamente. Tirei Thiago e deixei Arrascaeta, para guardar o Thiago para quarta, já que Arrascaeta vai para a seleção. Teve a estreia de Jonata para ir se acostumando, daqui a pouco vamos usá-lo. Sem duvida nenhuma era importante voltar a vencer”, disse o treinador.

Sem poder contar com De Arrascaeta, que se apresenta a seleção uruguaia para amistosos, e Rafinha que tomou o terceiro cartão amarelo, o técnico Mano Menezes já pensa nos prováveis substitutos para o confronto desta quarta-feira com o Flamengo, no Rio de Janeiro. A novidade pode ser Rafael Sóbis, além de contar com Alisson, Elber, Rafael Marques, Messidoro e Jonata para os setores.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Vamos ver Sóbis. Quem sabe nas próximas horas podemos tê-lo. A gente sempre tem uma notícia boa guardada por aí, vamos jogando, guardando, planejando, segurando para ter daqui a pouco. Vamos solucionar, aqui não tem choro não. Alguma carta a gente tira da manga de última hora, tenta um posicionamento, os jogadores sabem se comportar em todas as maneiras de jogar, eles se comprometem com aquilo que é pedido e escolhido. Isso me deixa muito feliz, e só por isso estamos fazendo o segundo turno do nível que estamos fazendo, muito próximo do bolo de cima”, finalizou.

Angel Drumond

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *