Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Mano celebra recuperação e boa atuação do Cruzeiro na vitória sobre o Fluminense

Publicado

em

Mano alertou para a grande virada contra um adversário que ainda possui preocupações relacionadas à uma possível luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e valorizou o empenho dos jogadores em mais uma vitória.

A dedicação dos jogadores celestes na vitória por 3 a 1 de virada sobre o Fluminense foi o principal ponto de satisfação por parte do técnico Mano Menezes. Na opinião do comandante estrelado, além da entrega na busca pelo resultado, seus atletas souberam atingir um equilíbrio de atuação após um primeiro tempo que ele considerou como difícil.

“Fizemos um bom jogo depois de uma atuação ruim do meio de semana. Era uma preocupação pelo estilo de jogo do adversário. No primeiro tempo sofremos um pouco, principalmente nos contra-ataques, porque não atacamos da maneira correta. O segundo tempo foi mais equilibrado, viramos o jogo cedo e isso nos deu tranquilidade. Mesmo em um momento onde as coisas são mais importantes para os outros, é raro, importante e elogiável pela dedicação dos nossos jogadores”, parabenizou o técnico.

Além da dedicação, Mano destacou a postura dos atletas e o entendimento de jogo da equipe especialmente na etapa complementar, algo visto em boa parte da temporada do pentacampeão da Copa do Brasil.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Voltamos a jogar bem dentro de princípios que acreditamos e que a equipe solidificou durante o ano. Esse sempre é o caminho mais perto, que nos levam às vitórias. Às vezes a gente não consegue, mas hoje conseguimos fazer um bom jogo”, reiterou.

Mano aproveitou também para comemorar o retorno do atacante Judivan ao ambiente de um jogo de futebol. O atleta formado na base estrelada não era relacionado para uma partida há dois anos e meio, desde que sofreu uma grave lesão em um jogo pela Seleção Brasileira no Mundial Sub-20 da categoria.

“É a primeira vez que nós o relacionamos e a ideia era para esse jogo trazê-lo para o estádio e fazê-lo vivenciar de novo a participação em um jogo. Ainda não tinha planos para colocá-lo. Gosto muito de cuidar desses detalhes. Não gosto de apressar situações que não devem ser apresadas e não têm necessidade de ser, porque às vezes na ânsia de você querer fazer, você se precipita e as coisas não andam bem. Valeu para todo mundo essa regra e também está valendo para ele. Ele está muito feliz de ter vindo. Quem sabe nos próximos jogos, dependendo das circunstâncias, vamos fazer isso. E será na nossa casa. Estamos muito felizes por ele ter voltado”, se alegrou Mano.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

 

Alisson Guimarães

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *