Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Luan incendeia jogo, Galo vence de virada e segue na luta por vaga na Libertadores

Publicado

em

O Atlético segue firme na luta para disputar a Libertadores pelo 6º ano consecutivo. Na noite desta quinta-feira, de virada, o Galo venceu o Atlético-GO por 3 a 2, na Arena Independência, em Belo Horizonte. A partida foi válida pela 33ª rodada do Brasileirão.

Fábio Santos, Luan e Fred fizeram os gols que levaram o Atlético a 45 pontos na tabela de classificação, onde ocupa o 10º lugar.

Na próxima rodada, o adversário será o Bahia, às 18h deste domingo (12/11), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O JOGO

O Galo foi ao ataque pela primeira vez no cruzamento de Adilson pela esquerda e a defesa goiana fez o corte pelo alto. O Atlético-GO abriu o placar aos cinco minutos, com Diego Rosa, de cabeça, completando jogada de linha de fundo pela direita.

Fábio Santos teve a chance do empate três minutos depois, quando tabelou com Fred e acabou finalizando para fora.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em novo ataque alvinegro, Robinho cruzou pela esquerda e Fred cabeceou por cima do gol. Aos 15 minutos, Fred subiu a área e foi atingido no rosto por Gilvan, pênalti que Fábio Santos cobrou com categoria para empatar a partida: 1 x 1.

A equipe visitante chegou ao segundo gol aos 26 minuto, com Andrigo, em chute forte de fora da área.

Cazares cruzou pela esquerda, aos 41 minutos, e Fred resvalou de cabeça, desvio insuficiente para alterar a trajetória da bola.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Galo voltou a levar perigo no cruzamento de Fábio Santos pela esquerda, cortado pela zaga do Dragão. Aos 46, Valdívia arriscou de fora da área e a bola saiu à direita do gol.

SEGUNDO TEMPO

O técnico Oswaldo de Oliveira promoveu duas mudanças no intervalo, substituindo Cazares por Luan e Adilson por Yago.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em sua primeira participação, Luan recebeu passe de Robinho e acionou Valdívia na entrada da área, mas o meia foi travado na hora da finalização. Em seguida, Luan cruzou rasteiro pela direita e a defesa goiana afastou o perigo.

Aos quatro minutos, Marcos Rocha cobrou lateral para a área e Luan desviou para o gol, igualando novamente o marcador no Horto: 2 x 2.

Aos 15 minutos, Marcos Rocha recebeu ótimo passe de Luan por elevação, na grande área, e tentou assistência para Fred, mas o zagueiro interceptou o passe.

Valdívia chutou da entrada da área, aos 17 minutos, e a bola bateu no braço de Gilvan, mas o árbitro não marcou o pênalti.

Aos 19, Fred recebeu passe de Robinho na quina da grande área pela direita e chutou no ângulo para colocar o Galo em vantagem pela primeira vez no jogo: 3 x 2.

Aos 26, depois de boa troca de passes na intermediária, Fábio Santos recebeu passe de Robinho e cruzou pela esquerda, mas a defesa goiana conseguiu a interceptação.

Valdívia deu lugar a Gustavo Blanco aos 31 minutos. Instantes depois, Luan tentou enfiada de bola para Blanco pela direita, mas o volante havia interrompido a passagem e a bola sobrou para a defesa goiana.

O Atlético marcou firme e administrou o resultado até o apito final para conquistar importante triunfo em seus domínios.

FICHA TÉCNICA

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

ATLÉTICO 3 x 2 ATLÉTICO-GO

Motivo: Campeonato Brasileiro – 33ª rodada
Data:
 09/11/2017
Estádio: Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Diego Rosa (5’ – 1ºT), Fábio Santos (17’ – 1ºT), Andrigo (26’ – 1ºT), Luan (4’ – 2ºT), Fred (19’ – 2ºT)
Público: 8.204
Renda: R$110.055,00
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Auxiliares:  Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (CBF-PR)
4º Árbitro: Rafael Trombeta (CBF-PR)
Assistentes adicionais: Paulo Roberto Alves Júnior (CBF-PR) e Fábio Filipus (CBF-PR).
Cartões amarelos: Leonardo Silva, Fred, Adilson, Robinho, Marcos Rocha, Cazares (Atlético); Diego Rosa, Luiz Fernando, Gilvan, Jonathan, Paulinho (Atlético-GO)

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Yago), Elias, Valdívia (Gustavo Blanco) e Cazares (Luan); Robinho e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Atlético-GO
Kléver; Jonathan, Willian Alves, Gilvan e Breno Lopes; Marcão, Igor (Pedro Henrique), Jorginho e Andrigo (Paulinho); Luiz Fernando e Diego Rosa (Niltinho). Técnico: João Paulo Sanches.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *