Com árbitro de vídeo decisivo, Lanús busca virada contra o River e vai à final

O Lanús conseguiu uma virada histórica nesta terça-feira, diante de sua torcida, para conseguir a vaga na final da Libertadores pela primeira vez.

Depois de perder por 1 a 0 na ida da semifinal para o River Plate, no Monumental de Núñez, e ficar atrás por 2 a 0 em La Fortaleza, buscou a vitória por 4 a 2 com direito a atuação no gol derradeiro do árbitro de vídeo, utilizado pela primeira vez na história da competição.

O artilheiro Scocco e Montiel colocaram o River na frente logo no início nesta terça, mas Sand, duas vez, e Acosta viraram para o Lanús. No segundo tempo, um puxão de Montiel em Pasquini foi ignorado pelo colombiano Wilmar Roldán, mas a arbitragem de vídeo, liderada pelo brasileiro Sandro Meira Ricci, alertou para o erro e o pênalti foi marcado. Alejandro Silva, então, garantiu o gol que selou o resultado histórico.

Foi assim que o Lanús se garantiu em sua primeira decisão do torneio na história. Agora, deverá enfrentar o Grêmio na luta pelo título da Libertadores. Afinal, o time brasileiro fez 3 a 0 na ida da semifinal contra o Barcelona-EQU, em Guayaquil, e pode até cair por dois gols de diferença em casa, nesta quarta, que será finalista.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

5 × 2 =

Mais lidas

Send this to a friend