Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Após pendurar as luvas, Popó vai virar empresário de boxe

Avatar

Publicado

em

Popó teve o apoio do governo do Pará e de alguns patrocinadores para a realização da luta de sábado à noite, contra o mexicano Gabriel “El Rey” Martinez, duelo que marcou o fim de sua carreira de 27 anos como pugilista.

Acelino Popó Freitas parou de lutar no sábado, mas vai continuar no boxe. O ex-campeão mundial vai iniciar em breve a carreira de empresário. “Vamos fazer vários eventos aqui em Belém”, disse o baiano, de 42 anos. “Vamos em busca de novos talentos.”

“Se tivesse ganho por nocaute, ficaria uma vontade de quero mais. Mas a luta foi dura. Bater é bom, apanhar não é. Por isso, não quero mais lutar”, brincou Popó, depois da luta na qual foi apontado como vencedor, por pontos, após oito assaltos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Popó vai ter como parceiro nas futuras organizações Ulisses Pereira, que foi seu técnico e é amigo de muito tempo. “Ulisses é como um irmão, um pai, um grande amigo”, disse o ex-campeão dos superpenas e leves.

Em sua carreira profissional, que teve início em 1995, Popó somou 41 vitórias e apenas duas derrotas. O boxeador também foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Mar Del Plata, em 1995.

brigado Brasil 👍✌

Uma publicação compartilhada por Acelino Popó Freitas (@popofreitas) em

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *