Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Volêi: FIVB cria torneio para unificar a Liga Mundial e Grand Prix

Brasília de Fato

Publicado

em

Volêi: FIVB cria torneio para unificar a Liga Mundial e Grand Prix

Atrás de revolução no esporte, Federação anuncia novo torneio: Liga das Nações

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) anunciou, na quinta-feira, a Liga das Nações, que começará a ser disputada em 2018. Segundo a entidade, a Liga revolucionará as competições de voleibol, tornando-se um dos eventos mais importantes da história do esporte. O regulamento já havia sido divulgado. Nas Ligas masculinas e femininas, 12 equipes são fixas e outras quatro são chamadas de desafiantes. Com um total de 130 jogos na temporada da Liga, cada equipe terá um mínimo de 15 partidas para ser campeão.

O Brasil é o maior campeão da Liga Mundial masculina, com nove títulos, enquanto as mulheres também são as principais vencedoras,com 12 canecos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

– Este é um momento crucial no futuro do nosso esporte. A Liga das Nações de Voleibol é a competição mais importante na história da FIVB e revolucionará como o voleibol é apresentado; tornando-o mais entusiasmado e colocando nossos fãs, dentro e fora do estádio, no coração da ação – disse o presidente da FIVB Ary Graça.
Brasil, Itália, EUA, China, Sérvia, França, Argentina, Irã, Polônia, Alemanha, Japão e Rússia compõem as equipas principais da competição masculina. Austrália, Coréia do Sul, Canadá e a Bulgária são as quatro equipes desafiantes. Para a competição feminina, Brasil, Itália, EUA, China, Sérvia, Holanda, Tailândia, Turquia, Coréia do Sul, Alemanha, Japão e Rússia são as principais. Argentina, República Dominicana, Polônia e Bélgica também foram selecionados como equipes desafiantes.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *