Para Rueda, Flamengo criou as oportunidades, mas não conseguiu concluir

O treinador optou por escalar o Flamengo com um ataque formado por Everton Ribeiro, Éverton, Geuvânio e Berrío, com a ideia de ficar mais com a bola durante a partida.

Após a partida contra o São Paulo, no Pacaembu, (derrota por 2×0), o técnico do Flamengo, Reinaldo Rueda, deu coletiva aos jornalistas e explicou suas opções para a partida, além de dar um panorama do jogo e falar sobre o futuro do Flamengo na competição.
“A ideia com o Geuvânio e o Éverton Ribeiro era ter a bola e ter controle do jogo, com jogadores habilidosos”.
“O São Paulo foi muito aplicado, fez um bom jogo, foi muito agressivo e assim conquistou o resultado. A competitividade muda muito de jogo a jogo. Hoje, o São Paulo foi muito aplicado”.
Para o treinador, o Flamengo teve o controle da partida, mas não conseguiu concluir com precisão para transformar as chances em gols.
“As oportunidades foram criadas no primeiro tempo. Depois, não deixamos de jogar. No segundo tempo, fomos mais agressivos, mas não completamos”, comentou o treinador, que falou também sobre sua declaração de ganhar 10 jogos em 10 que o time ainda teria pela frente.
“Precisamos ganhar pontos importantes para alcançar a meta. Minha declaração pareceu muito atrevida, irreal para o futebol brasileiro. O Corinthians está na liderança porque ganhou quatro jogos seguidos. É algo que tem que acontecer”, finalizou.
O Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, contra o Fluminense, pela Copa Conmebol Sul-Americana, às 21h45, no Maracanã. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo confronto será o Clássico dos Milhões, no sábado, 19h, contra o Vasco da Gama, também no Maracanã.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

14 − onze =

Mais lidas

Send this to a friend