Neymar marca, é expulso, mas PSG arranca empate no fim graças a Cavani

Neymar marca, é expulso, mas PSG arranca empate no fim graças a Cavani

Craque brasileiro recebe vermelho no segundo tempo quando jogo estava 2 a 1 para o Olympique de Marselha. Uruguaio, entretanto, faz de falta e mantém invencibilidade parisiense

Em um clássico truncado e com cara de Taça Libertadores, Olympique e PSG ficaram no 2 a 2 em Marselha. Antes do jogo, briga entre torcedores locais e policiais. Com a bola rolando, Neymar deixou o seu, virou alvo de objetos atirados da arquibancada e ainda foi expulso quando o jogo estava 2 a 1 para os anfitriões. Para sorte do brasileiro, Cavani, nos acréscimos, marcou de falta e manteve a invencibilidade parisiense no Campeonato Francês.

Bem marcado, Neymar não criou muito na partida. Mas, mesmo assim, deixou sua marca com um chute preciso empatando o duelo na primeira etapa quando o Olympique vencia por 1 a 0. No segundo tempo, levou cartão amarelo por uma falta de jogo. Minutos depois, levou uma pancada por trás de Ocampos e foi tirar satisfação empurrando o rival. O juizão não perdoou, deu o segundo amarelo e expulsou Neymar. Sexta expulsão do ex-santista na carreira e a segunda em 2017 – recebera vermelho em abril, num jogo contra o Málaga, quando ainda defendia o Barcelona.

Sob um clima bastante tenso e uma atmosfera com cara de Taça Libertadores (sinalizadores, torcida gritando alto, brigas com policiais nos arredores do estádio…), Olympique e PSG fizeram um clássico bastante disputado e truncado. Os visitantes tomaram a iniciativa, mas esbarravam na forte marcação do Olympique, liderada pelo volante Luiz Gustavo à frente da zaga. E foi justamente o brasileiro, num chute despretensioso de fora da área, que abriu o placar aos 16. O PSG partiu em busca do empate e conseguiu ainda no primeiro tempo, com Neymar, aos 33.

O segundo tempo seguiu como o primeiro. Muitas divididas, faltas e poucos lances de real perigo. PSG com mais posse, e Olympique se defendendo bravamente. E na primeira chegada à frente, o time de Marselha fez 2 a 1 com Thauvin aos 33. Aos 41, Neymar acabou expulso por levar o segundo amarelo. Torcida do Olympique vai à loucura. Mas, aos 47, falta na entrada da área em Cavani. Sem ter Neymar e Daniel Alves (que não jogou por estar machucado) para rivalizar pela cobrança, o atacante uruguaio foi lá, bateu com força e salvou a pele do PSG assegurando o empate e calando o Vélodrome.

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

três × 1 =

Mais lidas

Send this to a friend