Siga o Jornal de Brasília

Esporte

Galo perde para a Chapecoense pelo Campeonato Brasileiro

Avatar

Publicado

em

Em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético perdeu por 3 a 2 para a Chapecoense, na noite desta quarta-feira, na Arena Independência. Os gols do Galo foram de Valdívia e Fred.

Com o resultado, o Alvinegro permaneceu com 38 pontos e se manteve em 9º lugar na tabela de classificação.

Na próxima rodada, o adversário será o Cruzeiro (mandante da partida), às 17h deste domingo, no Mineirão.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O JOGO

Victor fez boa defesa Logo no primeiro minuto, em chute de fora da área de Luiz Antônio. O Atlético respondeu no cruzamento de Marcos Rocha pela direita e a defesa catarinense fez o corte pelo alto.

A Chapecoense ameaçou no cabeceio de Wellington Paulista, que acertou o travessão após leve desvio de Victor. Aos sete minutos, Valdívia recebeu bom passe de Marcos Rocha na grande área pela direita e cruzou rasteiro para o corte da zaga.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Aos oito minutos, Valdívia recebeu passe magistral de Robinho na entrada da área, de calcanhar, e acertou bela finalização por cobertura, abrindo o placar no Horto: Galo 1 x 0.


Aos 16 minutos, Victor fez outra grande defesa na cobrança de falta de Reinaldo. Em rápido contra-ataque, aos 25, Cazares tabelou com Elias e Robinho, cruzou pela direita e, por muito pouco, Fred não alcançou a bola.

A Chapecoense empatou aos 30 minutos, com Wellington Paulista. Aos 38, o Galo tentou três cruzamentos seguidos pela direita com Robinho, Elias e Cazares, mas a zaga catarinense conseguiu afastar o perigo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Aos 41, Cazares recebeu lançamento na grande área pela direita e tentou encontrar Elias no meio da grande área, mas o passe foi interceptado. No contragolpe, a Chapecoense fez o seu segundo gol, desta vez com Canteros.

SEGUNDO TEMPO

Aos três minutos, Fábio Santos recebeu bom passe de Robinho pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, mas a bola atravessou a pequena área. Aos quatro minutos, Elias foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Atlético chegou com perigo aos seis minutos no passe de Fred para Valdívia, mas a defesa catarinense levou a melhor na jogada. Aos sete minutos, Cazares foi substituído por Adilson.

A segunda mudança no time aconteceu aos 13 minutos, quando Otero entrou no lugar de Roger Bernardo.  Aos 15, Fábio Santos sofreu falta na intermediária e a cobrança de Otero foi par fora.

Aos 22 minutos, Fábio Santos cobrou escanteio pela esquerda e Fred cabeceou no canto esquerdo do goleiro para empatar o jogo: 2 x 2.


O técnico Oswaldo de Oliveira promoveu a entrada de Yago aos 27 minutos, no lugar de Valdívia.

Aos 34, Luiz Antônio fez 3 a 2 para o time catarinense. O Galo tentou reagir no cruzamento rasteiro de Robinho na grande área pela esquerda e a defesa da Chapecoense conseguiu interceptar.

O Atlético pressionou até o final, mas não conseguiu alcançar o gol de empate e sofreu a primeira derrota sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 2 x 3 CHAPECOENSE
Motivo:
Campeonato Brasileiro – 29ª rodada
Data:
18/10/2017 (quarta-feira)
Hora:
21h
Estádio:
Arena Independência
Cidade:
Belo Horizonte (MG)
Público: 11.927
Renda: R$168.850,00
Gols:
Valdívia (8’ – 1ºT), Wellington Paulista (30’ – 1ºT), Canteros (42’ – 1ºT), Fred (22’ – 2ºT), Luiz Antônio (34’ – 2ºT)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias de Araújo (CBF-SP)
Auxiliares:
Danilo Ricardo Simon Manis (CBF-SP) e Rogério Pablos Zanardo (CBF-SP)
Cartões amarelos: Elias, Roger Bernardo (Atlético); Douglas , Moisés Ribeiro, Douglas Grolli (Chapecoense)
Cartão vermelho: Elias (Atlético)

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Roger Bernardo (Otero), Elias, Valdívia (Yago) e Cazares (Adilson); Robinho e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Chapecoense
Jandrei; Apodi, Douglas (Douglas Grolli), Fabrício Bruno, Reinaldo e Amaral (Lucas Mineiro); Moisés Ribeiro (Elicarlos), Canteros e Luiz Antônio; Arthur e Wellington Paulista. Técnico:Emerson Cris.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *